Observatório Bíblico

Terça-feira, Agosto 22, 2006

Pedofilia, racismo e homofobia de comunidades brasileiras no Orkut e o enfrentamento entre MP e Google

Ministério Público vai entrar com ação contra o Google (Folha Online: 18/08/2006 - 19h39)
A Procuradoria da República em São Paulo vai entrar com ação civil pública contra a Google Brasil, na próxima segunda-feira. O objetivo é conseguir que a quebra de sigilo do Orkut, para impedir atividades criminosas na internet (...) O Ministério Público diz que a companhia descumpre as determinações judiciais de fornecer dados como o endereço eletrônico de internautas envolvidos em crimes de pedofilia, homofobia e racismo, o que prejudica investigações da Polícia Federal (cont.)


Justiça Federal manda cancelar quatro comunidades do Orkut (Folha Online: 18/08/2006 - 19h40)
A Justiça Federal em Belo Horizonte determinou que o Google cancele quatro comunidades que comercializam ou instigam o consumo de lança-perfume no Orkut (cont.)


Google Brasil entra na Justiça e nega possuir dados do Orkut (Folha Online: 22/08/2006 - 13h54)

O Google Brasil entrou nesta segunda-feira com uma ação na Justiça brasileira pedindo que seja indicado um especialista com o objetivo de confirmar, "de maneira independente", que a empresa não possui informações de usuários do Orkut.com (cont.)


Maioria das denúncias feitas à Safernet estão relacionadas ao Orkut (Folha Online: 22/08/2006 - 20h32)
A Safernet informou nesta terça-feira que 90% das denúncias que a ONG brasileira já recebeu estão relacionadas a perfis e comunidades no Orkut. Dentre elas a maioria está ligada à pedofilia. A ONG fez um relatório de 150 páginas sobre pornografia infantil e pedofilia no Orkut que será enviado à Comissão de Direitos Humanos da Câmara e ao Ministério Público Federal de São Paulo. O documento é fruto de uma investigação sobre funcionamento da pornografia infantil no site de relacionamentos (cont.)


Ministério Público de SP quer indenização de R$ 130 mi do Google (Folha Online: 22/08/2006 - 20h36)

A Procuradoria da República no Estado de São Paulo entrou nesta terça-feira com uma ação contra o Google para obrigar a empresa a cumprir 52 pedidos de quebra de sigilo feitos pela Justiça do site de relacionamentos Orkut. O objetivo é ter mais informações para investigar perfis e comunidades de pedófilos e de pessoas que praticam crimes de ódio, como racismo e homofobia (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

0 Comentários:

Postar um comentário



Links para este post:

Criar um link

<< Início