Observatório Bíblico

Sábado, Junho 20, 2009

Os seminários sobre a literatura henóquica

O quinto seminário sobre a literatura henóquica, Fifth Enoch Seminar, acaba de ser realizado, como previsto, em Nápoles, Itália, de 14 a 18 de junho de 2009. Jim Davila, do PaleoJudaica.com, estava lá. Veja seus relatos a partir daqui.

E o livro com os textos do quarto seminário, que aconteceu em Camaldoli-Arezzo, Ravenna, Itália, de 8 a 12 de julho de 2007, também foi publicado agora em junho. Veja:


BOCCACCINI, G.; IBBA, G. (eds.) Enoch and the Mosaic Torah: The Evidence of Jubilees. Grand Rapids, MI: Eerdmans, 2009, 496 p. - ISBN 9780802864093.


Leia Mais:
Judaísmo Rabínico
Henoc e Qumran

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Maio 22, 2008

Fifth Enoch Seminar

O quinto seminário sobre a literatura henóquica, Fifth Enoch Seminar, acontecerá em Nápoles, Itália, de 14 a 18 de junho de 2009. O tema é: Enoch, Adam, Melchisedek: Mediatorial Figures in 2 Enoch and Second Temple Judaism. O quinto seminário, como diz o tema, focalizará os papéis de Henoc, Adão e Melquisedec como figuras mediadoras no Judaísmo do Segundo Templo, com especial ênfase em 2 Henoc.

Mais uma vez se reúne o significativo grupo dos estudos henóquicos, com a presença marcante de Gabriele Boccaccini, da Universidade de Michigan, USA.

Leia mais a respeito dos seminários sobre a literatura henóquica aqui e aqui.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Dezembro 07, 2007

Texto de April DeConick provoca muitos comentários

April DeConick, Professora de Estudos Bíblicos na Rice University, Houston, Texas, do blog The Forbidden Gospels, que publicou recentemente o livro Thirteenth Apostle: What the Gospel of Judas Really Says [O Décimo Terceiro Apóstolo: O que o Evangelho de Judas realmente diz]. London: Continuum, 2007, 224 p. - ISBN 9780826499646, causou furor com seu texto de 1 de dezembro no The New York Times.

Excelente para a academia, para a pesquisadora, para o estudo dos textos não-canônicos e para os biblioblogs.

Veja as muitas reações ao seu Op-Ed: Gospel Truth.

Sobre o livro, leia aqui e aqui.

Sobre o Evangelho copta de Judas Iscariotes, que tanto barulho fez no ano passado, recomendo os posts do Observatório Bíblico, na seção de apócrifos e pseudepígrafos, a partir de 25 de fevereiro de 2006.

Obs.: um Op-Ed (= Opposite Editorial) é um texto escrito expressando uma opinião. O nome veio de uma tradição de posicionar tal material na página oposta à página de editorial. Definição do Random House Webster's Unabridged Dictionary: "A newspaper page devoted to signed articles by commentators, essayists, humorists, etc., of varying viewpoints".

Dica do T & T Clark Blog.

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Julho 03, 2007

Por que os textos nao-canonicos nos incomodam?

Nos últimos três dias April DeConick, Professora de Estudos Bíblicos na Rice University, Houston, Texas, USA, andou se perguntando em seu The Forbidden Gospels Blog: Por que os textos não-canônicos nos deixam incomodados? - Why do non-canonical texts make us uneasy?

Não é minha área, mas andei lendo os seus posts e acho que vale a pena fazer uma parada por lá. DeConick é especialista em textos cristãos não-canônicos, com grande ênfase nos estudos gnósticos.

Ela está recomendando também o livro de Birger Pearson, Ancient Gnosticism: Traditions and Literature, publicado agora no final de junho, como excelente introdução ao gnosticismo. A obra foi citada em minha página + Novidades.

A série é composta de 4 posts de April DeConick e um de Tony Chartrand-Burke do biblioblog Apocryphicity, que DeConick reproduz, com entusiasmo, em seu blog (Part 5). E não se esqueça de ler os comentários aos posts, que enriquecem o debate. Os links são:

:: Part 1: Why do non-canonical texts make us uneasy? (Sunday, July 1, 2007)
:: Part 2: Your responses to the question, "Why do non-canonical texts make us uneasy?" (Monday, July 2, 2007)
:: Part 3: What I don't think about non-canonical texts (Monday, July 2, 2007)
:: Part 4: Why I think that non-canonical texts make us uneasy (Tuesday, July 3, 2007)
:: Part 5: Why non-canonical texts are useful according to Tony Chartrand-Burke (Tuesday, July 3, 2007)

:: Do Non-canonical Gospels Make You “Uneasy”? (Tuesday, July 3, 2007)

Atualizando: 17h25
A coisa promete... acabei de publicar e já tenho que atualizar, pois saiu a parte 6 da série:
:: Part 6: Judy Redman's Thoughts on Non-canonical Unease (Tuesday, July 3, 2007)

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Junho 08, 2007

Fourth Enoch Seminar

O quarto seminário sobre a literatura henóquica, Fourth Enoch Seminar, acontecerá em Camaldoli-Arezzo-Ravenna, Itália, de 8 a 12 de julho de 2007. O tema é: Enoch and the Mosaic Torah: The Evidence of Jubilees. Veja o programa deste importante debate.

Mais uma vez se reúne o significativo grupo dos estudos henóquicos, sob a coordenação de Gabriele Boccaccini, da Universidade de Michigan, USA. Leia mais a respeito dos seminários sobre a literatura henóquica aqui.

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Maio 22, 2007

Gospel of Thomas Commentary

Peter Kirby colocou novamente online a sua página Gospel of Thomas Commentary, que reúne modernas interpretações do Evangelho de Tomé, escrito copta do século II d.C., contendo 114 ditos ou sentenças de Jesus e um dos mais importantes manuscritos pseudepígrafos do NT entre todos os até hoje encontrados. O Evangelho de Tomé pertence ao grupo das cerca de 1200 folhas de papiro de Nag Hammadi, no Egito, descobertas a partir de 1945.


Leia ainda sobre o Evangelho de Tomé em The Forbidden Gospels Blog, de April DeConick.

Especialmente a série, iniciada em 19 de maio de 2007, e até hoje com 4 posts, em que April DeConick rejeita a leitura que Nicholas Perrin faz de seu livro Recovering the Original Gospel of Thomas: A History of the Gospel and its Growth.

Veja também, na coluna da direita de seu blog: Gospel of Thomas Posts.

Onde Encontrar: Ayrton's Biblical Page > Links

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Julho 04, 2006

International Society of Biblical Literature Conference

No site da SBL se lê a seguinte explicação sobre a realização do Congresso Internacional de 2006:
The International Meeting is held annually outside North America. It provides a unique forum for international scholars who are unable to attend the North American meeting. The meeting normally takes place between the end of June and the middle of August. Meetings have been held in such places as Amsterdam, Budapest, Capetown, Copenhagen, Dublin, Heidelberg, Jerusalem, Krakow, Lausanne, Leuven, Melbourne, Munster, Rome, Salamanca, Sheffield, Strasbourg, and Vienna.


Neste ano o Congresso Internacional está acontecendo em Edimburgo, Escócia, entre os dias 2 e 6 de julho. Acompanhe o debate sobre apócrifos e pseudepígrafos, tema muito em evidência na primeira metade do ano, com Jim Davila, do PaleoJudaica.com, que está participando do encontro e é do ramo.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Junho 03, 2006

Visite o blog Online Critical Pseudepigrapha News

Para quem se interessa por textos pseudepígrafos, como 1Henoc, Testamento de Abraão, Artápano, Cleodemo Malco, Eupólemo, A vida de Adão e Eva, Os Salmos de Salomão, Oráculos Sibilinos e muitos outros, é interessante acompanhar o desenvolvimento do site OCP - The Online Critical Pseudepigrapha, que oferece ao visitante textos pseudepígrafos disponíveis online em suas línguas originais - ou nas mais antigas traduções existentes - e com aparato crítico, em projeto patrocinado pelo King's University College, da University of Western Ontario, Canadá.

Como acompanhar o desenvolvimento do OCP com comodidade? Visitando o blog Online Critical Pseudepigrapha News, assinado por Ken Penner, Ian W. Scott e David Miller. Fácil e proveitoso.


Confira também o meu artigo na Ayrton's Biblical Page: Quem somos nós? Falam autores judeus do século III ao século I a.C. onde aparecem vários destes autores e seu pensamento. No artigo explico que a partir do século III a.C., com a assimilação da língua e dos gêneros literários gregos, vários judeus tentam explicar aos seus conterrâneos e aos gregos cultos, especialmente de Alexandria, que o judaísmo é uma religião respeitável e recomendável pela sua antigüidade e pelos feitos de seus líderes. Escrevendo em grego, e em gêneros literários gregos - da historiografia à filosofia - autores como Aristéias, Artápano, Teodoto, Jasão de Cirene e outros nos legam uma literatura de apologia do judaísmo, mas que é, ao mesmo tempo, excelente testemunho da resistência e da submissão desse povo e dessa cultura ao dominador grego. Por isso, no artigo, proponho a abordagem, em um primeiro momento, desta literatura de um modo geral e, em seguida, da Carta de Aristéias a Filócrates e de alguns historiadores como Demétrio, Eupólemo, o Samaritano anônimo, Artápano e o Pseudo-Hecateu. Naturalmente esta é apenas uma amostragem, mas creio que bastante significativa, do processo de helenização que avança inexoravelmente entre os judeus durante os últimos três séculos antes da era cristã.

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Maio 14, 2006

Peter Jones, especialista em NT, fala sobre o gnosticismo

World Magazine

Onward Gnostic soldier

Fans and critics have written thousands of pages about The Da Vinci Code, but scholar Peter Jones explores its roots in ancient Gnosticism.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Abril 29, 2006

No Congresso da SBL em julho, destaque para apócrifos e pseudepígrafos

No Congresso Internacional da Sociedade de Literatura Bíblica - SBL - que acontecerá em julho, em Edimburgo, Escócia, os livros apócrifos e pseudepígrafos ocuparão um bom espaço no debate. Veja o post de Jim Davila sobre o assunto, em seu PaleoJudaica.com, aqui.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 26, 2006

Rodolphe Kasser, tradutor do Evangelho de Judas, comenta as críticas das Igrejas anglicana e católica ao texto gnóstico

Expert damns Church response to Judas gospel
Rodolphe Kasser, who translated the 1,700-year-old Gospel of Judas, tells swissinfo that the Church's rejection of the manuscript smacks of "intellectual laziness". Both the Catholic and Anglican Churches have been quick to dismiss the text, which depicts Judas as one of Jesus's favoured disciples and not the reviled figure of the New Testament. In his Easter Day sermon, the Archbishop of Canterbury belittled the Gospel of Judas as similar to other works from the "more eccentric fringes" of early Christianity. But Kasser, who believes there are other gospels out there waiting to be discovered, says the Gnostic text removes the dark stain on Judas's name that has fuelled anti-Semitism throughout the centuries (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 19, 2006

Evangelho de Judas poderá ser visto em Genebra

Folha Online: 19/04/2006 - 16h05

Evangelho de Judas será exposto em Genebra

da Efe, em Genebra

Uma exposição em Genebra mostrará cinco páginas do recém-divulgado Evangelho Segundo Judas até o final de 2009, sendo a única ocasião em que o público poderá ver o documento (...) A Fundação suíça Martin Bodmer é a encarregada de mostrar ao público parte do papiro encontrado no Egito em 1978 e divulgado no dia 6 de abril pela National Geographic, depois de ser traduzido por um cientista suíço. No final de 2009, as páginas serão devolvidas ao Egito, onde foram encontradas (...) O tradutor do Evangelho de Judas, o coptólogo suíço Rodolphe Kasser, garante que o códice é uma grande descoberta, do mesmo nível que os textos de Nag Hammadi de 1947 (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Conversando com meus alunos sobre o Evangelho de Judas e O Código Da Vinci

Na manhã de hoje, usei todo o tempo de minhas aulas com os alunos do primeiro e segundo anos de Teologia do CEARP para conversarmos sobre o Evangelho de Judas e O Código Da Vinci.

Por que? Porque meus alunos trouxeram da Semana Santa - uma semana sem aulas e com intensa atividade pastoral - uma série de questões que lhes foram postas pelas pessoas sobre estes dois textos. E também pelas dúvidas neles suscitadas pela divulgação do texto copta e do romance de Dan Brown em jornais e canais de TV.

Embora não seja minha área de estudos, o pouco que aprendi nestas últimas semanas sobre o assunto foi partilhado e debatido. O nosso objetivo foi criar maior conscientização sobre os dois temas mais falados do momento. O fato é que muitas pessoas, sem acesso a informações mais detalhadas e a julgamentos mais criteriosos de especialistas, estão bastante confusas sobre o que está ocorrendo, perdidas em meio ao intenso bombardeio marqueteiro que tomou conta do noticiário sobre o texto copta e o romance de Dan Brown.

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Abril 17, 2006

O Evangelho de Judas e O Código Da Vinci: uma dupla do barulho

"Código Da Vinci" é obsessão pela verdade, diz Hanks

"Demônio" está por trás de filme "Código Da Vinci", diz cardeal

Gospel of Judas Again

More Details on the Discovery of the Gospel of Judas from the New York Times

N T Wright on the Gospel of Judas

Presidente da CNBB fala sobre O Código Da Vinci - como cada jornal dá um enfoque diferente, leia, por exemplo, o Globo e a Folha de S. Paulo.

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Abril 16, 2006

Evangelho ou Manipulação? Haaretz critica o frufru criado em torno do Evangelho de Judas

O jornal israelense Haaretz, em sua edição online em inglês, faz severa crítica ao artificialismo marqueteiro que foi criado em torno do escrito gnóstico denominado (impropriamente) de Evangelho de Judas. Graças a Jim West, tomei conhecimento do artigo

Gospel or manipulation? [Obs.: link quebrado: 21.03.2008 - 12h22]

que merece ser lido!

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 12, 2006

O Professor Lawrence Schiffman opina sobre o Evangelho de Judas

Em The Jewish Week, Lawrence H. Schiffman - Edelman Professor of Hebrew and Judaic Studies and chair of the Skirball Department of Hebrew and Judaic Studies at New York University - escreve sobre o Evangelho Copta de Judas.

Quem ainda não conhece Lawrence H. Schiffman, pode vê-lo aqui, com direito a foto e impressionante currículo.

E, em excelente companhia, também aqui e aqui, na Ayrton's Biblical Page, tratando de Qumran e dos Manuscritos do Mar Morto.

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Abril 09, 2006

Mark Goodacre documenta e analisa o que estão falando sobre O Evangelho de Judas

No Mark Goodacre's NT Blog, de Mark Goodacre, vale a pena ler

Marcadores:

Bookmark and Share

Links para o Evangelho de Judas na Explorator de hoje

Na Newsletter Explorator 8.50, postada hoje às 17:12, David Meadows oferece uma boa quantidade de links para o Evangelho Copta de Judas Iscariotes.

Explorator is a weekly newsletter representing the fruits of the labours of 'media research division' of The Atrium. To subscribe to Explorator, send a blank email message to Explorator-subscribe@yahoogroups.com. Explorator is Copyright (c) 2006 David Meadows.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Abril 08, 2006

O Evangelho de Judas Iscariotes é assunto para biblistas, teólogos e historiadores

Igreja se cala sobre ´Evangelho de Judas`
Vaticano não comenta divulgação de manuscrito que traz nova versão sobre a traição de Cristo

Globo Online: 08/04/2006 - 09:52

Enquanto milhões de pessoas em todo o mundo debatiam a tradução de um conjunto de papiros antigos que afirma que Judas Iscariotes não teria traído Jesus e, além disso, seria seu principal apóstolo, o Vaticano preferiu o silêncio. O anúncio do manuscrito que foi chamado de “O Evangelho de Judas”, porém, fez fervilhar a imaginação de cristãos e não-cristãos, apesar de ser considerado por especialistas uma versão fantasiosa, mas que teria grande importância para a análise de movimentos esotéricos que existiram lado a lado com o incipiente cristianismo dos primeiros séculos da nossa era. Além da Santa Sé, as conferências de bispos dos países católicos não mencionaram o tema. Da mesma forma, importantes publicações católicas - como o britânico “Tablet” e o americano “National Catholic Reporter” - não citaram o suposto “Evangelho de Judas”, apesar da extensa cobertura da imprensa mundial. Enquanto isso, o site de compras Amazon registrava que os dois livros lançados pela National Geographic Society sobre o assunto estavam entre os quatro mais vendidos, um deles em primeiro lugar. Entre as grandes correntes cristãs, apenas o Patriarcado da Igreja Ortodoxa Russa fez um comunicado. — Não se pode esperar que a descoberta de um texto atribuído a um conhecido personagem do início do cristianismo ou a algum dos discípulos de Cristo mude a composição da Escritura — disse ontem o padre Mikhail Dudko, porta-voz do Departamento do Patriarcado, em Moscou. A posição é similar à da maioria dos teólogos. Segundo “O Evangelho de Judas”, Jesus teria escolhido o discípulo para ser o único a conhecer a verdadeira natureza de sua missão. Cristo teria conversado a sós com o discípulo por uma semana e pedido para ser entregue aos romanos: “Você sacrificará o homem que me recobre.” — Isso é contrário a 20 séculos de ensinamentos da Igreja. Imagina se Jesus iria querer ser morto. Isso não fazia parte da cultura judaica, à qual Jesus estava inserido — disse a teóloga Maria Clara Bingemer, da PUC-RJ. — A narrativa da Escritura afirma que a morte de Jesus é uma conseqüência de Sua vida. Por ser fiel ao Pai, Ele vai a Jerusalém e enfrenta o destino. Segundo ela, o perigo residiria na interpretação da revelação dos papiros por parte da população em geral: — É perigoso quando se começa a achar que a Igreja aceita este tipo de visão. E se as pessoas pensarem que foi assim que as coisas aconteceram (...) Versões da história de Judas também são freqüentes, mas sem interferir em dogmas cristãos. Uma interpretação diz que ele teria entregado Jesus para provocar um levante popular que derrubaria o governo romano e colocaria Cristo no trono. Por outro lado, a demonização de Judas nunca foi aceita pela Igreja. — Judas não é um demônio. A Igreja Católica nunca afirmou que ele está no inferno — disse Bingemer. Sobre o documento, teólogos não discutem sua autenticidade. Mas uma coisa é reconhecer que os papiros foram escritos no ano 300. Outra é dizer que o conteúdo deles é verdadeiro.

Atualização: 15h38
Leia o excelente artigo de Geza Vermes, Iscariot and the dark path to the Field of Blood, no Times Online de hoje.

Um bom endereço para se acompanhar o debate sobre o texto gnóstico em questão é o biblioblog de Jim Davila, o PaleoJudaica.com. Veja, por exemplo, Lots More on the Gospel of Judas.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Abril 06, 2006

O Evangelho Copta de Judas Iscariotes foi publicado

"Evangelho Segundo Judas" é apresentado ao público

Evangelho segundo Judas é publicado pela 1ª vez

"Evangelho Segundo Judas" volta à tona depois de séculos de mistério

Gospel of Judas is Published

Gospel of Judas is Released

O Evangelho Copta de Judas Iscariotes

The Gospel of Judas - Coptic text established by Rodolphe Kasser and Gregor Wurst

The Lost Gospel of Judas

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Fevereiro 25, 2006

O Evangelho Copta de Judas Iscariotes

Jim Davila, em seu biblioblog PaleoJudaica.com, chama a atenção, em post de hoje, sob o título Coptic Gospel of Judas Watch, para o site The Tertullian Project, onde há uma seção sobre o Evangelho Copta de Judas (Iscariotes), texto que será publicado proximamente e que foi matéria de capa da revista Época, edição 405, de 20.02.2006.

O site The Tertullian Project é a collection of material ancient and modern about the ancient Christian Latin writer Tertullian and his writings. The pages are designed for the amateur interested in Tertullian. The Tertullian Project is edited by Roger Pearse, a freelance software consultant from Ipswich, in Suffolk, UK.


Não sendo minha área específica de estudo, nada posso dizer sobre a confiabilidade das informações. Nem do site The Tertullian Project - mas há um alerta de Jim Davila sobre questões discutidas -, nem da matéria da revista Época. De qualquer maneira, um assunto para se prestar atenção, evitando, é claro, o sensacionalismo barato que se costuma criar em torno destas descobertas.

Marcadores:

Bookmark and Share