Observatório Bíblico

Sábado, Fevereiro 27, 2010

Terremoto no Chile e alerta de tsunami

Leia aqui e aqui.

São Paulo também sentiu o terremoto.

Marcadores:

Bookmark and Share

Livro em homenagem a Lester L. Grabbe

Livro editado por Philip R. Davies e Diana Vikander Edelman presta homenagem a Lester L. Grabbe. Publicação prevista para agosto de 2010.

Claro, um livro em homenagem a um dos mais interessantes historiadores do judaísmo antigo só podia tratar das múltiplas questões que envolvem hoje a escrita de uma História de Israel, de suas teorias e práticas, de suas controvérsias e conquistas.

Os autores são colegas e amigos de Lester L. Grabbe, que é também o fundador do Seminário Europeu sobre Metodologia Histórica. Contam-se aí nomes bem conhecidos dos leitores deste blog e de minha página, como Mario Liverani, Niels Peter Lemche, Thomas L. Thompson, Philip R. Davies, Hans Barstad, Diana V. Edelman, Bob Becking, Nadav Naaman e muitos outros.


DAVIES, Ph. R.; EDELMAN, D. V. (eds.) The Historian and the Bible: Essays in Honour of Lester L. Grabbe. London: T & T Clark, 2010, 288 p. - ISBN 9780567202680.


Diz a Editora:
Lester Grabbe is probably the most distinguished, and certainly the most prolific of historians of ancient Judaism, the author of several standard treatments and the founder of the European Seminar on Historical methodology. He has continued to set the bar for Hebrew Bible scholarship. In this collection some thirty of his distinguished colleagues and friends offer their reflections on the practice and theory of history writing, on the current controversies and topics of major interest. This collection provides an opportunity for scholars of high caliber to consider groundbreaking ideas in light of Grabbe's scholarship and influence. This festschrift offers the reader a unique volume of essays to explore and consider the far-reaching influence of Grabbe on the field of Biblical studies as a whole.

Há, contudo, um grande problema: o preço da edição em capa dura (Hardcover) é proibitivo. Espera-se que, prevalecendo o bom senso, um edição em Paperback possa chegar até minha mesa...


Sumário - Table of Contents

List of Abbreviations

THE EDITORS
Introduction

HANS BARSTAD
History and Memory. Some Reflections on the ‘Memory Debate’ in Relation to the Hebrew Bible

NIELS PETER LEMCHE
Postcolonial Studies and the Study of Israelite History.

NADAV NAAMAN
Text and Archaeology in a Period of Great Decline: The Contribution of the Amarna Letters to the Debate on the Historicity of Nehemiah’s Wall

RAINER ALBERTZ
Secondary Sources Also Deserve to be Historically Evaluated: The Case of the United Monarchy

THOMAS L. THOMPSON
Reiterative Narrative and the Problem of the Exile

ANDRÉ LEMAIRE
Hazor in the Second Half of the 10th Century BCE: Historiography, Archaeology and History

MARIO LIVERANI
The Chronology of the Biblical Fairy-Tale

EHUD BEN ZVI
The Story of Micaiah, son of Imlah: What Could the Ancient Intended Readers Learn from It?

DIANA V. EDELMAN
Of Priests and Prophets and Interpreting the Past: The Egyptian Hm-Ntr and Hry-Hbt and the Judahite nabi’

HUGH G.M. WILLIAMSON
Welcome Home

ODED LIPSCHITS
Here is a Man Whose Name is ?ema?’ (Zechariah 6:12)

BOB BECKING
Drought, Hunger, and Redistribution: A Social-Economic Reading of Nehemiah 5

JOSEPH BLENKINSOPP
Footnotes to the Rescript of Artaxerxes (Ezra 7:11-26)

GARY N. KNOPPERS
Aspects of Samaria’s Religious Culture during the Early Hellenistic Period

E. AXEL KNAUF
Biblical References to Judean Settlement in Eretz Israel (and Beyond) in the Late Persian and Early Hellenistic Periods

PHILIP R. DAVIES
The Hebrew Canon and the Origins of Judaism

GEORGE J. BROOKE
What Makes a Text Historical? Assumptions behind the Classification of Some Dead Sea Scrolls

Marcadores:

Bookmark and Share

Diversidade religiosa em Israel e Judá

Este livro, editado por Francesca Stavrakopoulou, Professora de Bíblia Hebraica na Universidade de Exeter, Reino Unido, e por John Barton, Professor de Interpretação da Sagrada Escritura na Universidade de Oxford, Reino Unido, trata das crenças e práticas religiosas de israelitas e judaítas.

Especialistas na área como Susan Niditch, Herbert Niehr, Nick Wyatt, Diana Edelman, Philip Davies, Carol Meyers, Rainer Albertz, Jeremy Hutton e Lester Grabbe, ilustram e analisam a diversidade destas crenças e práticas.


Diversidade muitas vezes esquecida nos manuais e nas salas de aula dos cursos de graduação, mas cada vez mais reconhecida e debatida pela academia e por um número crescente de publicações.

Publicação prevista, tanto em Paperback quanto em Hardcover, para abril de 2010.


STAVRAKOPOULOU, F.; BARTON, J. (eds.) Religious Diversity in Ancient Israel and Judah. London: T & T Clark, 2010, 224 p. - ISBN 9780567032164.


Diz a editora:
Understanding of the religious beliefs and practices of the ancient Israelites has changed considerably in recent years. It is now increasingly accepted that the biblical presentation of Israelite religion is often at odds with the historical realities of ancient Israel’s religious climate. As such, the diversity inherent to ancient Israelite religion is often overlooked—particularly within university lecture halls and classrooms. This textbook draws together specialists in the field to explain, illustrate and analyze this religious diversity. Following an introductory essay guiding the reader through the book, the collection falls into three sections. The first focuses on conceptual diversities. It deconstructs common assumptions about Israelite religion and reconstructs Israelite perceptions of the nature of the religious world. The second section examines socio-religious diversities. It studies the varied social contexts of ancient Israelites, exploring the relationship between worshippers’ social locations and their perceptions and experiences of the divine. The third section deals with geographical diversities. It seeks to understand how geographical distinctions engender certain characteristics within Israelite religion and impact upon religious perceptions. Underpinning each essay in this volume is a shared concern to: (1) explore the ways in which worshippers’ socio-cultural contexts shape and colour their religious beliefs and practices; (2) assess the role, benefits and limitations of the Hebrew Bible/Old Testament in reconstructing ancient Israelite religion.



Sumário - Contents

Introduction: Francesca Stavrakopoulou and John Barton

:: Conceptual Diversities

Experiencing the Divine: Heavenly visits, earthly encounters, and the land of the dead
Susan Niditch, Amherst College, MA, USA

‘Israelite’ religion and ‘Canaanite’ religion
Herbert Niehr, Eberhard Karls University, Tubingen, Germany

‘Official’ religion and ‘popular’ religion
Francesca Stavrakopoulou, University of Exeter, UK

:: Socio-Religious Diversities

Royal religion in ancient Judah
Nick Wyatt, University of Edinburgh, UK

Cultic sites and complexes beyond the Jerusalem Temple
Diana Edelman, University of Sheffield, UK

Urban religion and rural religion
Philip Davies, University of Sheffield, UK

Household religion
Carol Meyers, Duke University, NC, USA

Personal piety
Rainer Albertz. Wilhelms University, Munster, Germany

:: Geographical Diversities

Northern, Southern and Transjordanian perspectives
Jeremy Hutton, Princeton Theological Seminary, USA

Worship beyond Yehud
Lester Grabbe, University of Hull, UK

Post-Script: Reflecting on religious diversity
John Barton, University of Oxford, UK

Marcadores:

Bookmark and Share

Livro traz palestras de Crossan na UMESP

Em outubro de 2007, John Dominic Crossan, em visita ao Brasil, fez palestras na Universidade Metodista de São Paulo - UMESP.

Este livro, organizado pelos professores Paulo Augusto de Souza Nogueira e Jonas Machado traz estas palestras.


DE SOUZA NOGUEIRA, P. A.; MACHADO, J. (orgs.) Morte e ressurreição de Jesus: reconstrução e hermenêutica - Um debate com John Dominic Crossan. São Paulo: Paulinas, 2009, 167 p. - ISBN 9788535625103.


Diz a editora:
A obra Morte e ressurreição de Jesus: reconstrução e hermenêutica. Um debate com John Dominic Crossan traz as palestras por ele apresentadas na Universidade Metodista de São Paulo, no final de 2007, todas elas focadas na possível reaproximação aos eventos que culminaram na morte do profeta Galileu e na compreensão do sentido da fé em sua ressurreição. Mais ainda, traz uma crítica de Crossan ao filme A Paixão de Cristo, de Mel Gibson. O objetivo da obra, organizada pelos professores e teólogos Paulo Augusto de Souza Nogueira e Jonas Machado, é oferecer ao leitor momentos em que não só a pesquisa, história e hermenêutica são apresentadas, mas também reações às palestras de Crossan e propostas de diálogo.

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Fevereiro 23, 2010

Resenhas na RBL: 20.02.2010

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Izak Cornelius and Louis Jonker, eds.
"From Ebla to Stellenbosch": Syro-Palestinian Religions and the Hebrew Bible
Reviewed by Friedrich T. Schipper

Ellen F. Davis
Scripture, Culture, and Agriculture: An Agrarian Reading of the Bible
Reviewed by Robin Gallaher Branch

Luke Gärtner-Brereton
The Ontology of Space in Biblical Hebrew Narrative: The Determinate Function of Narrative 'Space' within the Biblical Hebrew Aesthetic
Reviewed by Frank H. Polak

Michael Fox
Proverbs 10-31: A New Translation with Introduction and Commentary
Reviewed by Bruce K. Waltke

Philip McCosker, ed.
What Is It That the Scripture Says? Essays in Biblical Interpretation, Translation and Reception in Honour of Henry Wansbrough OSB
Reviewed by Thomas J. Kraus

John Van Seters
The Biblical Saga of King David
Reviewed by Walter Dietrich

John Fleter Tipei
The Laying on of Hands in the New Testament: Its Significance, Techniques, and Effects
Reviewed by Everett Ferguson

Timo Veijola; Walter Dietrich, ed.
Leben nach der Weisung: Exegetisch-historische Studien zum Alten Testament
Reviewed by Thomas Römer

Chris A. Vlachos
The Law and the Knowledge of Good and Evil: The Edenic Background of the Catalytic Operation of the Law in Paul
Reviewed by James M. Howard

Norman Whybray
Job
Reviewed by F. Rachel Magdalene

Marguerite Yon
The City of Ugarit at Tell Ras Shamra
Reviewed by Dirk Paul Mielke

Magnus Zetterholm
Approaches to Paul: A Student's Guide to Recent Scholarship
Reviewed by David G. Horrell

>> Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

Quantos Haitis?

A leitura deste texto de José Saramago em seu blog, O Caderno de Saramago, é obrigatória.

Quantos Haitis?

O post foi publicado em 8 de fevereiro de 2010.

Leia Mais:
Livro examina vida e obra de Saramago e ganha elogio do escritor - Folha Online: 23/02/2010 - 07h58

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Fevereiro 22, 2010

Professor: espécie ameaçada de extinção

Professor vai virar artigo de luxo?

"Apenas 2% dos jovens brasileiros se dizem interessados em seguir a carreira de professor. O dado é de um levantamento feito pela Fundação Carlos Chagas, a pedido da Fundação Victor Civita, com 1.500 estudantes de ensino médio de todo o país. O objetivo do estudo era medir a atratividade da carreira docente, que a contar pelos resultados não anda atraindo muita admiração. Enquanto carreiras como Medicina, Direito ou Engenharia estão no topo do ranking das mais procuradas, o curso de Pedagogia ocupa apenas a 36.ª posição em uma lista de 66 profissões preferidas pelos vestibulandos. A reportagem é de Cecilia Valenza e publicada pelo jornal Gazeta do Povo, 22/02/2010".

A reportagem começa assim:
Os motivos para o desinteresse vão desde a pouca afinidade com a profissão, passando pelo desestímulo da família e claro a falta de perspectiva com a baixa remuneração. Na percepção dos estudantes, ser professor significa trabalhar muito, ser mal remunerado e ter praticamente nenhum reconhecimento social. O estudo confirmou também uma tendência que já vem sendo observada nas últimas décadas. Com a falta de interesse de alunos de classe média nos cursos de Pedagogia, as vagas vem sendo preenchidas por estudantes de renda mais baixa, na maioria das vezes provenientes de escolas públicas e que em alguns casos apresentam desempenho ruim nos estudos (...) Na opinião da professora e doutora em educação, Regina Maria Michelotto, para entender esses comportamentos é preciso uma visão histórica. “Até meados do século XX o professor era visto com prestígio, era um profissional valorizado cujo salário permitia uma vida digna. Com a mudança social e econômica, a profissão vai perdendo status para outras e o jovem que antes escolhia a carreira com base em uma visão humanista e levando em conta a realização pessoal passa a decidir de acordo com o mercado”, explica.

Uma tendência já conhecida e evidente em qualquer cidade brasileira, mas que não deixa de ser preocupante. Os dados no Estado de São Paulo, então, são alarmantes.

Fonte: Notícias: IHU On-Line - 22/02/2010.

Marcadores:

Bookmark and Share

Utilitários: seção reformulada

Tenho em minha página uma pequena seção de utilitários formada por programas gratuitos - sempre gratuitos: freeware ou open source - sobre multimídia, compactação, correção e limpeza do PC, diagnóstico de hardware e software, editores de html, suítes para escritório, fotos e imagens, gerenciadores de download e upload, monitores de atualizações, imagem de disco, gerenciadores de partições, navegadores, antivírus, antispyware, criptografia e outros.

Estes links, brevemente comentados em inglês e português, servem ao meu propósito de estar sempre atualizado, mas, mais ainda, servem para baixar os programas que distribuo aos meus alunos no início de cada ano ou semestre, em CDs, junto com o conteúdo de minhas disciplinas, para que eles se mantenham atualizados.

Além disso, tenho incentivado muito o uso de aplicativos portáteis em pen drives, algo extremamente prático e fácil de ser usado, especialmente se for tomada como base a suíte PortableApps.com.

Esta seção estava meio desorganizada, por isso, foi, nestes últimos quatro dias, totalmente reformulada.

Os softwares estão agora classificados segundo suas categorias, com recursos fáceis de navegação entre as categorias e os aplicativos foram todos revistos e atualizados, seguindo indicações de sites de avaliação de freeware e open source.

Observo que, distraído em meu entusiasmo por este tipo de informação, o número de utilitários aumentou sensivelmente: no momento estão listados setenta e poucos utilitários, distribuídos em 15 categorias. Sem contar as suítes de aplicativos portáteis com algumas dezenas de programas.

E lembro que, após os utilitários, há duas páginas com endereços para download de softwares: uma de páginas em português e outra, em número bem maior, de páginas em inglês.

Faça uma visita aos Utilitários e aos Endereços.

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Fevereiro 21, 2010

A família de Tutankhamon

O álbum de fotos da família de Tutankhamon, segundo Andie. A partir dos dados do JAMA - The Journal of the American Medical Association.

Veja, no Egyptology News, o post, de hoje, Photo for Today: Tutankhamun family album.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Fevereiro 18, 2010

Tutankhamon: malária e anomalias ósseas

:: Faraó Tutancâmon morreu de malária e infecção óssea, diz estudo - G1: 16/02/10 - 20h45 - Atualizado em 17/02/10 - 11h36
O faraó egípcio Tutancâmon pode ter morrido de malária combinada com uma rara infecção nos ossos, sugere um estudo publicado terça-feira (16) na revista científica "Journal of the American Medical Association" (JAMA)...

:: Estudo aponta Malária como causa da morte de Tutankamon - Ciência Hoje: 17/02/2010
Morreu aos 19 anos, não deixou herdeiros e nas estátuas tem aparência feminina. Já muito se especulou sobre as doenças, a possível causa de morte e quem seriam os familiares directos do faraó egípcio Tutankamon. Parte da verdade pode ter sido encontrada graças à utilização de vários métodos científicos, incluindo análises genéticas, antropológicas e radiológicas, que analisaram a sua múmia e outras 10 relacionadas de alguma forma com o jovem faraó. Todos os resultados fazem parte de um projecto iniciado há dois anos entitulado A Família Real Tutankamon e liderado por Zahi Hawass, do Egyptian Mummy Project...

:: Ancestry and pathology in Tutankhamun's family - by Andie, Egyptology News: February 17, 2010
My inbox and my news alerts have all gone mad with the news about the Tutankhamun DNA results released by the Supreme Council of Antitquities... I have tried to avoid excessive duplication but here are the main themes from all the pieces that I have read so far. See the links below for the full stories. All the stories take their data from the Journal of the American Medical Association...

:: 'Malaria and weak bones' may have killed Tutankhamun - BBC News: Tuesday, 16 February 2010
The Egyptian "boy king" Tutankhamun may well have died of malaria after the disease ravaged a body crippled by a rare bone disorder, experts say. The findings could lay to rest conspiracy theories of murder. The scientists in Egypt spent the last two years scrutinising the mummified remains of the 19-year old pharaoh to extract his blood and DNA. This revealed traces of the malaria parasite in his blood, the Journal of the American Medical Association says...

:: Ancestry and Pathology in King Tutankhamun's Family - JAMA: The Journal of the American Medical Association - Vol. 303 No. 7, February 17, 2010
(...) Genetic fingerprinting allowed the construction of a 5-generation pedigree of Tutankhamun's immediate lineage. The KV55 mummy and KV35YL were identified as the parents of Tutankhamun. No signs of gynecomastia and craniosynostoses (eg, Antley-Bixler syndrome) or Marfan syndrome were found, but an accumulation of malformations in Tutankhamun's family was evident. Several pathologies including Köhler disease II were diagnosed in Tutankhamun; none alone would have caused death. Genetic testing for STEVOR, AMA1, or MSP1 genes specific for Plasmodium falciparum revealed indications of malaria tropica in 4 mummies, including Tutankhamun’s. These results suggest avascular bone necrosis in conjunction with the malarial infection as the most likely cause of death in Tutankhamun. Walking impairment and malarial disease sustained by Tutankhamun is supported by the discovery of canes and an afterlife pharmacy in his tomb...


:: Tutankhamun - The New Findings - by Kate Phizackerley, News from the Valley of the Kings: February 17, 2010
I'll pop another post on News from the Valley of the Kings tomorrow following the press confernce but for now I'll just recap the findings as they are being reported in advance of the press conference. Refer to my earlier posts for links to articles in support of these...

Marcadores:

Bookmark and Share

Links conferidos e corrigidos

As 20 páginas de links da Ayrton's Biblical Page onde o interessado em Bíblia poderá consultar endereços de assuntos interessantes, tais como textos originais, cursos de línguas bíblicas, ferramentas para estudo, traduções, bibliografias, catálogos, softwares bíblicos e judaicos, apócrifos e pseudepígrafos, bíblias online, manuscritos do mar morto e muito mais, foram revisados manualmente e corrigidos.

Os links são comentados em português e inglês. Confira.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Fevereiro 12, 2010

Resenhas na RBL: 09.02.2010

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Michael F. Bird
Introducing Paul: The Man, His Mission and His Message
Reviewed by Tony Costa

Craig A. Blaising, Carmen S. Hardin, and Quentin F. Wesselschmidt, eds.
Psalms (2 volumes)
Reviewed by Gert T. M. Prinsloo

Delbert Burkett
Rethinking the Gospel Sources, Volume 2: The Unity and Plurality of Q
Reviewed by Tobias Hagerland

Greg Carey
Sinners: Jesus and His Earliest Followers
Reviewed by Burgert De Wet

Andrie Du Toit; edited by Cilliers Breytenbach and David S. Du Toit
Focusing on Paul: Persuasion and Theological Design in Romans and Galatians
Reviewed by Sheila E. McGinn

Carole R. Fontaine
With Eyes of Flesh: The Bible, Gender and Human Rights
Reviewed by Robin Gallaher Branch

J. R. Daniel Kirk
Unlocking Romans: Resurrection and the Justification of God
Reviewed by Jens Herzer

Kenneth L. Schenck
Cosmology and Eschatology in Hebrews: The Settings of the Sacrifice
Reviewed by Thomas Kraus

Gerhard Sellin
Der Brief an die Epheser
Reviewed by Angela Standhartinger

Benjamin D. Sommer
The Bodies of God and the World of Ancient Israel
Reviewed by Gilbert Lozano

David Toshio Tsumura
The First Book of Samuel
Reviewed by Phillip Camp

Edna Ullmann-Margalit
Out of the Cave: A Philosophical Inquiry into the Dead Sea Scrolls Research
Reviewed by Samuel Thomas

>> Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

Os melhores utilitários gratuitos, segundo Gizmo

No Gizmo's Freeware Reviews você pode visitar a lista, já clássica, com dezenas de programas gratuitos para PC, escolhidos como os melhores pelo editor do site. Com algumas escolhas a gente concorda, com outras talvez não, mas que é uma lista valiosa ninguém pode negar.

Diz o site:
Welcome to the editors' choice list, where you'll find the best freeware on our site (...) To get high onto this list a product must have done more than win a Gizmo's Freeware award; it must impress our editors with its usefulness and professionalism (...) We suggest you browse the whole list at your leisure as you may be surprised what freeware gems you will discover.

Lista atualizada em 10 de fevereiro de 2010. Confira:

Best of Gizmo's Freeware!

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Fevereiro 09, 2010

CEARP: Aula Inaugural de 2010

No dia 27 de janeiro recebi uma comunicação do Secretário Geral do CEARP, Luiz Henrique Bugnolo, solicitando que, junto com os Professores Francisco de Assis Correia e Alfeu Piso, participasse da Aula Inaugural no dia 1 de fevereiro de 2010, fazendo uma memória do que vivemos ao longo dos 32 anos de existência do Centro de Estudos da Arquidiocese de Ribeirão Preto.

Por que nós três e por que agora? Em 2008 o Curso de Teologia completou 30 anos e o CEARP 40 anos. E nenhum evento fora realizado para comemorar as datas. E nós três? Por sermos os mais antigos professores em atividade no CEARP...

Alfeu declinou do convite, pela urgência do tempo. Francisco fez um histórico da instituição desde o seu início em 1968, quando ainda se chamava Curso de Preparação ao Presbiterato. Em 11 tópicos e com muita clareza, mostrou as várias etapas de constituição e funcionamento do CEARP até hoje, apontando, também, possíveis perspectivas para o futuro.

Eu, que só cheguei aqui em 1979, quando já começava o segundo ano de Teologia, limitei-me a este curso - nunca trabalhei na Filosofia - e fiz algo um pouco diferente, que chamei pretensiosamente, creio, de Fazer Teologia no CEARP Hoje. O que vou transcrever aqui é apenas um roteiro do que falei para Diretores, Professores e alunos da Teologia e Filosofia nos 25 minutos que me foram concedidos. Durante a fala, alguns aspectos foram mais desenvolvidos do que aparecem neste roteiro.

No final, após os testemunhos e/ou questões levantadas pelos presentes, nós três, Francisco, Alfeu e eu fomos homenageados pelo Diretor Geral do CEARP, Nilton Peres, que nos entregou placas comemorativas do evento.


Fazer Teologia no CEARP Hoje

Abordo três pontos:
. O que é próprio da Teologia
. Algumas características do mundo atual
. Onde se insere o CEARP neste processo


> Coloco um pressuposto: Uma Teologia que não aborda os problemas de sua época não serve para nada.


:: Teologia como discurso que tematiza as relações de homens e mulheres no tempo e no espaço com as epifanias de Deus. Donde, teologias - no plural - que:

. Caracterizam-se pelo uso de sistemas conceituais, trabalhando a partir de regras bem - ou razoavelmente bem - definidas

. Distinguem-se do discurso religioso, enquanto este é altamente simbólico e tem uma preocupação direta e imediatamente prática, como os discursos catequéticos, homiléticos, proféticos etc.

. Sendo mais eficazes quando são teorias sobre a Fé e não teorias da Fé - as Teologias devem procurar produzir conhecimento e não reconhecimento

. Concluindo-se, assim, que as melhores Teologias são aquelas que não tomam o lugar da Fé e nem deixam que esta tome o seu (cf. BOFF, Cl. Teologia e Prática: Teologia do Político e suas mediações. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1993, II parte, cap. III).


:: Mundo atual como mundo plural: talvez uma das mais marcantes características da chamada pós-modernidade:

. Realidade plural: pluralismo das sociedades, culturas, religiões

. Realidade contraditória: desigualdades econômicas, sociais, culturais

. Realidade fragmentada: pessoas integradas e pessoas marginalizadas - nações inteiras - até continentes

. Onde não é mais possível postular a centralidade da cultura ocidental e nem a sua supremacia

. E nem o cristianismo como religião superior ou o Cristo "em sua roupagem ocidental" como centro absoluto, em contraposição às demais mediações históricas consideradas como relativas

. A globalização realçou as diferenças, multiplicou os discursos, acirrou os enfrentamentos e tornou inadiáveis as alianças regionais como barreiras contra a avalanche do pensamento único do único Império

. Mundo que colocou em nossas telas, e delas saltou para nossas mentes e corações, a contingência do existir: as novas mídias nos fazem partilhar, quase em tempo real, as tragédias da natureza e da sociedade e nos dão a dimensão de nossa fragilidade e de nossa força.

. Paradoxo? Homens e mulheres sempre conseguiram, nos últimos 4 milhões de anos - desde Ardi, ou Ardipithecus ramidus, “símio do chão”, uma fêmea de hominídeo primitivo, que viveu há 4,4 milhões de anos - encontrar soluções para os problemas que enfrentaram.


:: Onde se insere, neste processo, o CEARP em seus trinta e poucos anos de existência?

. O CEARP visto como estrutura de ensino (local de reprodução do saber), de pesquisa (produção do saber) e de extensão do saber (serviço à comunidade)

. Como aprendiz de Teólogo, vejo que o Curso de Teologia nos coloca três desafios:
- Aprender Teologia: apreender os conceitos básicos da área e ter o seu controle
- Fazer Teologia: todo cristão/ã faz alguma teologia quando produz um discurso religioso, mas um Curso de Teologia requer um nível mais rigoroso, exige o uso consciente de regras internas próprias do discurso teológico, herdadas da Tradição e solicitadas pela Comunidade e pelo Magistério atuais, sendo que Magistério e Teologia não estão em relação de subordinação, mas de colaboração, pois ambos estão subordinadas à Palavra e a Serviço do Povo de Deus
- Viver a Teologia: como biblista, considero como coisa séria a paixão pelo que se faz, com envolvimento total, em tempo integral; o construir o saber com método, com seriedade e rigor - sabedoria e ciência caminhando de mãos dadas; a consciência crítica que tenta se manter alerta e lúcida na rejeição do superado e no acompanhamento do que é proveitoso nas pesquisas mais recentes. Viver a Teologia como uma paixão profética! Como fazia o profeta Jeremias! Tenho desgosto e manifesto meu desapreço por uma Teologia morna e repetitiva, que olha apenas para si mesma e ignora a realidade ao seu redor. A volta aos fundamentos deveria ser para nos dar impulso, nos fortalecer face às novas situações, não para recriar um impossível passado e nele nos acomodarmos.

. Vejo, neste contexto, o CEARP com muita potencialidade, mas não totalmente desenvolvida. Muitas conquistas foram feitas nestes trinta e poucos anos, muitas iniciativas foram experimentadas com maior ou menor resultado, como seminários temáticos, revista, painéis, simpósios, palestras, melhoria significativa da biblioteca, das estruturas de ambiente e administração, semanas teológicas, semanas culturais, participação de professores em Congressos etc. Mas há - por razões internas e externas - certa estagnação, acomodação, discurso pronto, feito e satisfeito. Vejo que é preciso se lançar avante. Ousar. Sair do isolamento, da domus, do doméstico.

. Há muitas possibilidades: novas mídias, novos meios, novas produções: computadores, internet, blogs e páginas convencionais, revista eletrônica, seminários temáticos, ler e escrever, produzir, enfim.

. Ainda: debates com outras Faculdades de Teologia - questões como reconhecimento dos cursos de Teologia pelo MEC e suas consequências, a relação leigo/clero no campo do fazer teológico, a solidão teológica dos padres, o desafio das ciências e da cultura, as muitas vertentes da Teologia atual, a relação da Teologia com as Ciências da Religião, as conquistas (cada vez mais ameaçadas) do Vaticano II... São tarefas para muitos e para muito tempo.

. Como disse Kant, no final de sua fala, quando questionado sobre o significado da Aufklärung - O que são as Luzes? Sapere aude! Tenha a coragem de te servir de teu próprio entendimento!

Marcadores:

Bookmark and Share

Uma leitura agrária da Bíblia

“Agrarianism is a way of thinking and ordering life in community that is based on the health of the land and of living creatures.”

Produzir alimentos e sustentar a vida sem destruir o planeta. Onde está isto na Bíblia? O livro de Ellen F. Davis, Professora da Universidade Duke, Durham, NC, USA, mostra. Confira:


DAVIS, E. F. Scripture, Culture, and Agriculture: An Agrarian Reading of the Bible. Cambridge: Cambridge University Press, 2009, xvii + 234 p. - ISBN 9780521732239.


For anyone who believes that the Old Testament is a powerful voice in support of our sustainable use of the planet’s resources (which some deny) but is dissatisfied with current attempts to demonstrate that (e.g., the very tired “stewardship” idea), Ellen Davis’s Scripture, Culture, and Agriculture: An Agrarian Reading of the Bible is your answer. This is a triumphantly novel and successful work of scholarship that on the all-important question of our relationship to the earth allows vast sweeps of the Old Testament to give vent to its deep intelligence and profound moral insights that were always available if only someone asked the right questions (...) Professor Davis has turned to agrarian theory, typified in the work of Wendell Berry (who has written a foreword to this volume) and other writers, such as Wes Jackson and Bruce Colman. An agrarian approach insists that we have been given the land to care for, in an attitude of reverence and humility before it. It brings out the importance of our connection with and memory of particular localities from which we draw the sustenance we require. Above all, it stresses that we must use the earth sustainably, by not compromising its means of sustaining itself. It sets up the ideal of the small-holder closely connected with the land and farming in a diversified way in sharp contrast with the large-scale industrialized farming of agribusiness, heavily dependent on fertilizer and single cropping, remorselessly driving down the nutrient levels in the land and leading to depopulation of rural areas. As Davis states in her first sentence, “Agrarianism is a way of thinking and ordering life in community that is based on the health of the land and of living creatures.” Agrarianism is a perspective for undertaking exegesis, not a distinct method (da resenha de Philip F. Esler, da Universidade St. Andrews, St. Andrews, Escócia).

A resenha, que elogia o livro de ponta a ponta, escrita por Philip F. Esler, foi publicada na Review of Biblical LIterature em 12 de setembro de 2009.

Uma leitura obrigatória para todos os exegetas e teólogos que vivem na terra do agronegócio...

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Fevereiro 07, 2010

Portinari e Pixinguinha

O pintor Cândido Portinari faleceu em 6 de fevereiro de 1962. Abaixo, Quadros de Portinari, com a música Um a Zero, de Pixinguinha...

O aniversário da morte de Portinari


Fonte: Luis Nassif Online: 06/02/2010

Marcadores:

Bookmark and Share

Tea Party: extrema-direita furiosa

:: Estados Unidos fascistas: Já chegamos lá? - Carta Maior: 09/09/2009

:: A fúria da extrema-direita dos EUA contra Barack Obama - Carta Maior: 14/10/2009

:: Oposição anti-Obama prega "volta à sanidade" - Folha Online: 04/02/2010 - 10h03

:: Movimento "Tea Party" busca inspirar Partido Republicano - Folha Online: 05/02/2010 - 08h59

:: Movimento "Tea Party" manipula raiva das pessoas - Folha Online: 07/02/2010 - 02h28

:: Sarah Palin prevê um bom ano para conservadores - Folha Online: 07/02/2010 - 04h59

Leia Mais:
Um susto, logo cedo

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Fevereiro 06, 2010

Resenhas de softwares para estudos bíblicos

Quem precisar de um programa para estudos bíblicos que não exija maior conhecimento das línguas originais, deve dar uma olhada no post Bible Software Reviews.

O texto diz:
This list of resources reflects free or low-cost Bible study options that might be recommended to persons who may not have original language training or who do not want to invest in the major Bible software programs like Accordance, BibleWorks, or Logos.

O post foi publicado por Mark Vitalis Hoffman em seu blog Biblical Studies and Technological Tools no dia 03.02.2010.

Marcadores:

Bookmark and Share

Resenhas na RBL: 04.02.2010

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Linda M. Day
Esther
Reviewed by Jean-Daniel Macchi

Charles L. Echols
"Tell Me, O Muse": The Song of Deborah (Judges 5) in the Light of Heroic Poetry
Reviewed by Klaas Spronk

John Goldingay
Psalms: Volume 3: Psalms 90-150
Reviewed by Leonard Mare

Jonathan Knight
Christian Origins
Reviewed by Markus Oehler

Kasper Bro Larsen
Recognizing the Stranger: Recognition Scenes in the Gospel of John
Reviewed by Dorothy Lee

Ramsay MacMullen
The Second Church: Popular Christianity A.D. 200-400
Reviewed by Charles Bobertz

John P. Meier
A Marginal Jew: Rethinking the Historical Jesus, Volume 4: Law and Love
Reviewed by Susan Graham

Stanley E. Porter and Wendy J. Porter, eds.
New Testament Greek Papyri and Parchments: New Editions: Texts and Plates
Reviewed by Thomas Kraus

Paul L. Redditt
Introduction to the Prophets
Reviewed by Timothy Sandoval

Magne Sæbø, ed.
Hebrew Bible/Old Testament: The History of Its Interpretation, II: From the Renaissance to the Enlightenment
Reviewed by W. Dennis Tucker Jr.

Loren Stuckenbruck
1 Enoch 91-108
Reviewed by Archie T. Wright

Jerry L. Sumney
Colossians: A Commentary
Reviewed by Angela Standhartinger

>> Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

Do uso adolescente e/ou adulto da Internet

Adolescentes perdem interesse por blogs, indica pesquisa
Os internautas mais jovens estão perdendo o interesse nos blogs e se voltando cada vez mais para formas mais curtas e portáteis de comunicação pela rede, enquanto a popularidade dos blogs entre os mais velhos se mantém inalterada, segundo indica uma pesquisa norte-americana. Segundo o estudo feito pelo Pew Research Center, o número de jovens internautas norte-americanos entre 12 e 17 anos que escrevem blogs caiu de 28% para 14% desde 2006. Os adolescentes que disseram ter feito comentários em blogs de colegas caiu de 76% para 52% no mesmo período. A pesquisa indica que os adolescentes vêm preferindo colocar postagens curtas em sites de redes sociais ou de microblog, como o Facebook ou o Twitter, além de acessar a internet pelo telefone celular. Ao mesmo tempo, a proporção de internautas adultos que disseram manter um blog na rede se manteve constante de 2006 para cá, em cerca de 10%.

Leia a notícia completa.

Fonte: Folha Online - BBC Brasil: 04/02/2010 - 11h15


Leia Mais:
A superficialidade e as relações sociais na web. Entrevista especial com Adriana Amaral

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Fevereiro 02, 2010

Os biblistas e a Palestina ocupada

Todos conhecemos a gravidade da luta pela terra na Palestina. Leia mais aqui.

Depois leia Biblical Scholarship and the Israeli-Palestinian Conflict, texto escrito por Julia M. O’Brien, do Lancaster Theological Seminary, Lancaster, PA, USA, na revista The Bible and Interpretation. Seu blog pode ser lido aqui.

Ela se espantou com a intensidade da presença israelense nos territórios palestinos. E pergunta: What role do--and should--biblical scholars play in the Israeli-Palestinian conflict?

Ela diz, no começo do texto:
That’s one of the questions I face after returning from 17 days traveling in the West Bank and Israel. I was co-leading a group of 21 theological students from my institution on a required international cross-cultural experience of Christianity in a minority or otherwise tenuous situation. I had not visited the area since 1999 and was shocked by the deterioration of the situation. This was my first experience of the “separation wall” and “warrior fences,” and while I had visited Israeli settlements in the West Bank before I had never seen so many or witnessed so much active construction.

E quase no final:
And yet, this trip has further convinced me that it is also my mission as a theological educator to challenge an uncritical identification of biblical Israel with the policies of the modern Israeli state. The current situation is the product of empires and post-colonial responses to empire, not simply a divinely-decreed continuation of the conflict between Ishmael and Isaac. Just as my teaching underscores the difference between ancient and modern constructions of gender, sexuality, and economic justice, it also needs to establish a critical distance between past and present in terms of just distribution of land.

Marcadores:

Bookmark and Share

Tempestades

Anteontem foi aqui em Brodowski: raios em grande quantidade e chuva forte.

Ontem, de novo, e todos os dias, São Paulo alagada. O Paraná...

Veja esta foto de Ribeirão Preto ontem:


Leia Mais:
Folha Online: Especial Chuvas
INMET - Instituto Nacional de Metereologia
INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Marcadores:

Bookmark and Share

Biblical Studies Carnival 50

Seleção [de algumas!] das consideradas melhores postagens de janeiro de 2010.

Trabalho feito por Duane Smith, em seu biblioblog Abnormal Interests.

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Fevereiro 01, 2010

A Internet está mudando o seu modo de pensar?

Internet. O saber ao alcance da mão
A compulsão da conexão e a ansiedade do imediatismo. A informação dissolvida em um oceano de fragmentos. O pensamento epigramático e veloz. O ocaso da contemplação. A obsolescência da memória individual. A nova consciência coletiva. As comunidades que florescem. O saber ao alcance da mão. A Verdade estilhaçada em verdades. A difusa fronteira entre trabalhar e enrolar. Como todos os anos, o sítio Edge.org –que reúne intelectuais, científicos e artistas mais brilhantes do momento, preocupados com o modo como a ciência está mudando nossas vidas– organizou sua pergunta anual entre seus membros. Desta vez: Como a Internet está mudando sua forma de pensar? A reportagem é de Carlos Silber, publicada no jornal Página/12, 17/01/2010. A tradução é de Vanessa Alves.

Fonte: Notícias: IHU On-Line: 01/02/2010

Leia Mais:
The Edge Annual Question — 2010: How Is The Internet Changing The Way You Think?

Marcadores:

Bookmark and Share