Observatório Bíblico

Quarta-feira, Abril 29, 2009

Revista "Estudos Bíblicos": chegamos ao n. 100

Acabo de receber o número 100 da Revista Estudos Bíblicos, que tem 136 páginas: Contribuições para o estudo da Bíblia - 25 anos

Escreve Milton Schwantes no Editorial:
"Este número 100 de Estudos Bíblicos procura celebrar caminhos já trilhados. Realmente é uma festa poder comemorar tantos anos de atividade, de criatividade, de encontros e alguns desencontros (...) Um dos segredos que nos caracteriza é a ampla participação de biblistas, exegetas, historiadores, teólogas e teólogos, de leigas e leigos. Estamos em um amplo mutirão na criação, na escrita e na difusão da revista. Esta certamente foi, na própria constituição desta nossa revista, uma das decisões mais sábias: a de fazê-la nascer em regiões diferentes. Cada grupo regional, encarregado de um número, se reúne autonomamente e vai à tarefa (...) Também cabe ressaltar que Estudos Bíblicos tem raiz na comunidade. Este certamente é um aspecto que deveríamos tornar ainda mais marcante. Muitos são os artigos que retratam experiências populares e comunitárias (...) Pode-se dizer que Estudos Bíblicos é uma revista de pastoral, para animar pessoas às tarefas bíblicas em meio ao povo. Certamente, esta é nossa intenção. Mas, para poder seguir por este caminho faz-se necessário ‘des-cobrir’ os textos em dimensões novas (...) O presente vol. 100 não se pôs como meta a elaboração de ensaios típicos para Estudos Bíblicos. Houve um só acordo: escrever em memória ao centésimo número. Mas a temática e o enfoque ficaram por conta de cada autora e de cada autor. A diferença foi, pois, desejada..."

Ludovico Garmus, por sua vez, relembrando o nascimento de Estudos Bíblicos, vai dizer em seu artigo Estudos Bíblicos - 1984-2008:
..."Assim, em 1984, no vol. 44, fascículo 173 da REB, nasceu como apêndice o primeiro número de 'Estudos Bíblicos', com 66 páginas. O título era: 'A Bíblia como memória dos pobres'. O editorial era assinado por Leonardo Boff e Ludovico Garmus, responsáveis pela nova série por parte da Editora Vozes. Os autores do primeiro número eram Carlos Mesters, Pablo Richard, Milton Schwantes e Alberto Antoniazzi (...) Até o número 12 (1986), Estudos Bíblicos era um anexo da Revista Eclesiástica, mas publicado também em cadernos separados para os não assinantes da REB e comercializado nas livrarias como livro. A partir do n. 13, em 1987, a série 'Estudos Bíblicos' ganha maturidade: deixa de ser um anexo da REB e passa a ser publicada em separado, podendo os números ser adquiridos por assinatura (...) A redação é volante. Os números são produzidos pelos colaboradores das várias regiões do país. Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Centro-Oeste, Nordeste e Norte. As regiões se revezam na produção dos vários números, escolhem o tema e o seu coordenador (...) Publicaram-se até agora 99 números, com a média de 86 páginas cada número, ou seja, quase 9.000 páginas..."

Os artigos deste número 100:
. Ludovico Garmus: Estudos Bíblicos - 1984-2008
. Júlio Paulo Tavares Zabatiero: Texto, estranho texto
. José Comblin: Ler a Bíblia
. Marcelo Barros: As revelações do Mistério Uno e Múltiplo - Releitura macroecumênica do nome divino em Êxodo 3
. Mercedes Lopes: A terra está de luto e seus habitantes murcham (Oséias 4,1-3) - Uma profecia que mostra a relação entre humanidade e natureza
. Milton Schwantes: Solidariedade e conhecimento de Deus - Enfoques proféticos em Oséias 6,1-11
. Tércio Machado Siqueira: Os Cânticos das Subidas - Observações sobre o contexto histórico
. Valmor da Silva: Sabedoria em Provérbios - As várias faces da realidade
. Haroldo Reimer e Ivoni Richter Reimer: Sábado e vida digna
. Cássio Murilo Dias da Silva: Quando o mensageiro divino é vingativo
. Carlos Mesters e Francisco Orofino: Paulo apóstolo - Viver em conversão permanente
. Irineu José Rabuske: As Cartas Pastorais (1-2Timóteo e Tito)
. Pedro Lima Vasconcellos: Sobre verdade e hospitalidade - Anotações sobre 2 e 3João

. Resenha: RÖMER, T. A chamada história deuteronomista: Introdução sociológica, histórica e literária. Petrópolis: Vozes, 2008, 207 p. - Por Cássio Murilo Dias da Silva

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Abril 27, 2009

Editoras, Sebos e Livrarias Brasileiras

:: ABDL - Associação Brasileira de Difusão do Livro > Associados

:: ABDR - Associação Brasileira de Direitos Reprográficos > Associados

:: ABEU - Associação Brasileira das Editoras Universitárias > Editoras Associadas por Região

:: ABRELIVROS - Associação Brasileira de Editores de Livros > Associados

:: AMIGOS DO LIVRO - O Portal do Livro no Brasil > Editoras > Sebos

:: ANL - Associação Nacional de Livrarias > Associados ANL

:: CBL - Câmara Brasileira do Livro > Associados

:: Estante Virtual - Busca em Sebos

:: LIBRE - Liga Brasileira de Editoras > Editoras Associadas

:: SebosOnline.com - Portal de Sebos e Livrarias

:: SNEL - Sindicato Nacional dos Editores de Livros > Lista de Associados

Marcadores:

Bookmark and Share

Gripe suína - Swine Virus - Gripe Porcina

Saiba mais sobre a gripe suína
Até agora, sabe-se que a gripe suína se trata de uma doença respiratória que teve origem em porcos, a partir da combinação de material genético de diferentes vírus de gripe. Cientistas e governos ainda buscam informações mais detalhadas sobre a doença e as formas de prevenção e tratamento, mas algumas das dúvidas já podem ser respondidas com base nos dados divulgados por governos e centros de pesquisa.

Veja
abaixo as respostas a algumas das questões relacionadas ao surto...

Fonte: Folha Online: 27/04/2009 - 05h52

Leia Mais:
PandemicFlu.gov - One-stop access to U.S. Government swine, avian and pandemic flu information
El mundo contra la gripe porcina - BBC Mundo: Última actualización: lunes, 27 de abril de 2009 - 11:58 GMT
La febbre suina è in Europa. Oms: «Verso massima allerta» - Corriere della Sera: 27 aprile 2009
¿Qué es la gripe porcina? Preguntas y respuestas sobre el H1N1, sus var¡antes y cómo afecta al ser humano - El País: 27/04/2009
Veja quais são os sintomas da gripe suína e como se prevenir - Folha Online: 27/04/2009 - 10h21
Warnings as swine virus spreads - BBC News: Last updated at 16:53 GMT, Monday, 27 April 2009 17:53 UK



Atualização/Update: 29/04/2009 - 18h00
. Folha Online Especial - 2009: Gripe Suína
. OMS eleva grau de alerta da gripe suína; pandemia é iminente - Folha Online: 29/04/2009 - 17h12
A OMS (Organização Mundial de Saúde) elevou para grau 5 o alerta da gripe suína, em escala que vai de 1 a 6. Isso significa que, agora, a pandemia (epidemia de vasto alcance geográfico, talvez global) não pode ser evitada. "Toda a humanidade está sob ameaça em uma pandemia", disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou a existência de dois casos suspeitos. "É hora de todos os países ativarem seus planos de prevenção pandêmica", disse Chan.

Marcadores:

Bookmark and Share

Vários sarcófagos descobertos na região do Fayum

Egito mostra múmias recém-encontradas
"Arqueólogos no Egito mostraram novas imagens de sarcófagos descobertos nas últimas semanas em escavações em uma colina ao sul da capital, Cairo. O chefe da equipe de arqueólogos egípcios, Abdel-Rahman Al-Ayedi, disse: 'Nós descobrimos 53 tumbas de pedra. As tumbas continham caixões de madeira e, dentro deles, encontramos vários sarcófagos de múmias coloridos'. Segundo ele, as múmias datam de milhares de anos, incluindo vários períodos da Antiguidade egípcia..."

Leia o texto completo e veja o vídeo na BBC Brasil - atualizado em 27 de abril, 2009 - 11:31 (Brasília) 14:31 GMT.

Leia Mais:
The band of fifty-three - Al-Ahram
A large necropolis of 53 rock-hewn tombs of various sizes and structural styles has been uncovered southeast of the Lahun Pyramid in Fayoum.

Marcadores:

Bookmark and Share

A descoberta de quatro templos egípcios no Sinai

Veja a notícia, em português, aqui e aqui.

Vários links interessantes estão em Explorator 12.01 - April 26, 2009, na seção Ancient Near East and Egypt, onde se diz que os quatro templos com inscrições nos ajudarão a compreender melhor a história dos hicsos, (mal) descritos por Maneton (Four temples with inscriptions from the Sinai are shedding light on the Hyksos)

Marcadores:

Bookmark and Share

Digital Karnak

Você já visitou Karnak no Egito? Pois uma ótima oportunidade é o projeto Digital Karnak, da UCLA, Universidade da Califórnia, em Los Angeles, USA.

The Digital Karnak Project was designed and built at the University of California at Los Angeles (UCLA) under the direction of Dr. Diane Favro, director of the ETC, and Dr. Willeke Wendrich, editor-in-chief of the UCLA Encyclopedia of Egyptology.

Veja também, do mesmo gênero, Virtual Qumran e Rome Reborn.

Marcadores:

Bookmark and Share

Descoberta a tumba de Cleópatra? Há controvérsias

Descoberta a tumba de Cleópatra? Na verdade, a tumba de Cleópatra e Marco Antonio, dizem os entusiastas.

Mas nada está definido. Ainda. Leia na BBC - última actualización: jueves, 16 de abril de 2009 - 17:01 GMT : Tras la tumba de Marco Antonio y Cleopatra.

Apesar da notícia ter se espalhado, há muito ceticismo por parte dos arqueólogos, como aponta este post em Egyptology News, publicado hoje: Egyptologists dig into mystery of possible tomb

Veja os links para o noticiário na Explorator 12.01 - April 26, 2009: The (alleged) Cleopatra tomb hype continues unabated

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Abril 25, 2009

Transliteração do Hebraico para Brasileiros

Telmo Figueiredo, que está fazendo doutorado na USP, enviou e-mail aos amigos recomendando o seguinte livro:

KIRSCHBAUM, S. et al. Transliteração do Hebraico para Leitores Brasileiros. São Paulo: Ateliê Editorial, 2009, 24 p. - ISBN 9788574804255

Diz a Ateliê Editorial:
O idioma hebraico – como o russo, o árabe, o armênio – é grafado por meio de um conjunto próprio de caracteres, diferente do conjunto de caracteres utilizado no português. Em vista disso, a ocorrência de nomes próprios hebraicos, expressões etc., em literatura traduzida, em notícias de imprensa, requer que os caracteres hebraicos sejam transliterados, ou seja, representados por meio de caracteres latinos para que possam ser pronunciados da forma mais próxima possível da língua em questão por leitores brasileiros. Até agora eram utilizados, no Brasil, padrões de transliteração adequados a leitores do alemão, do inglês, do espanhol, idiomas que também fazem uso dos caracteres latinos, mas não adequados ao leitor do português, uma vez que não há correspondência plena entre os valores fonéticos dos caracteres latinos nesses idiomas. Respondendo a essa necessidade, foi constituída uma comissão em torno do Centro de Estudos Judaicos e do Programa de Pós-Graduação em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaicas da FFLCH/USP, com o propósito de elaborar um padrão de transliteração do hebraico adequado ao leitor brasileiro, especialista ou não, evitando importar modelos estrangeiros. Esta publicação é o resultado do trabalho da comissão, e constitui uma primeira proposta; ou seja, espera-se que o padrão proposto seja utilizado durante certo tempo, e depois revisado, incorporando-se as sugestões e críticas que tiverem surgido em decorrência dessa primeira fase de utilização.

Ainda não conheço o sistema utilizado. Mas fica aí o alerta para os interessados: examinem o pequeno livro, apenas 24 páginas, verifiquem se vale a pena...

A transliteração é necessária em muitas circunstâncias. Transliteração é uma ferramenta auxiliar para iniciantes e, eventualmente, precisa ser usada em publicações voltadas para o grande público sem capacitação em línguas bíblicas. Ou mesmo nas aulas de graduação em Teologia, especialmente no primeiro ano. Em meu curso de hebraico bíblico para principiantes escrevi o seguinte: A transliteração é algo trabalhoso e parece desnecessária, mas o estudante de hebraico tem que se acostumar com a idéia de que o som da língua nada, ou quase nada, tem a ver com o português! O hebraico tem suas próprias características. E a transliteração o ajuda a perceber isso.

Contudo, um alerta: para o estudante de hebraico a transliteração jamais deve substituir de maneira permanente o uso dos caracteres próprios da língua - e o dito aqui vale para o grego e outros idiomas - pois deste modo ela se tornaria uma ferramenta de não aprendizagem da língua por pura acomodação...

Qual sistema de transliteração uso em meu curso de hebraico? Aquele com o qual me acostumei na Europa quando estudante, com várias adaptações para o português quando comecei a lecionar hebraico na graduação de Teologia, primeiro em Ribeirão Preto, depois em Campinas, SP.

A primeira gramática que usei no Mestrado, com o professor Eduardo Zurro, no PIB, foi a de WEINGREEN, J. A Practical Grammar for Classical Hebrew. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 1959 [reprinted 1972], 316 p. Em seguida, as gramáticas de Auvray, Joüon, Gesenius etc.

Depois, como professor de hebraico aqui, utilizei, por vários anos, o sistema de transliteração que está na gramática de MENDES, P. Noções de Hebraico Bíblico. Texto Programado. São Paulo: Vida Nova, 1981 [13a. reimpressão, 2004], 192 p. - ISBN 9788527501644.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 22, 2009

O mundo dos biblioblogueiros: de onde somos?

Veja o gráfico no post The World of Bibliobloggers - Where Are We From?

Publicado hoje em The Biblioblog Top 50.

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Abril 21, 2009

Dia da Terra 2009 - Earth Day 2009

Nasa vai transmitir imagens do planeta em alta definição no Dia da Terra
"A Nasa vai comemorar o Dia da Terra na quarta-feira [22 de abril] transmitindo imagens em alta definição do planeta tiradas por câmeras instaladas na Estação Espacial Internacional (ISS), anunciou nesta segunda-feira a agência espacial americana. A ISS e sua tripulação permanente de três astronautas, em órbita a 354 km de altitude, dão a volta da Terra a cada 90 minutos e podem ver o sol se pôr 16 vezes por dia. Visível da Terra a olho nu, a ISS avança a 28.163 km/h. As imagens em alta definição da Terra poderão ser vistas no dia 22 de abril das 10h00 às 13h00 GMT (07h00 às 10h00 de Brasília), das 16h00 às 18h00 GMT (13h00 às 15h00 de Brasília) e das 20h00 às 23h00 GMT (17h00 às 20h00 de Brasília) no canal de TV da Nasa ou no site da agência espacial".

Fonte: AFP - 21/04/2009

Marcadores:

Bookmark and Share

O Espaço observa nosso Patrimônio Cultural

Exposição em Paris mostra belezas da Terra vistas do espaço
A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) apresenta em Paris a exposição "Vista Excepcional - O Espaço Observa Nosso Patrimônio Mundial", com 30 fotos em grande formato (2m x 1m) tiradas por satélites que mostram belezas culturais e naturais do planeta. As imagens foram feitas pelo Centro Aeroespacial da Alemanha a uma altura de 700 quilômetros acima da superfície da terra. Entre os sítios culturais fotografados estão as pirâmides de Gizé, no Egito [sublinhado meu], a antiga cidade de Dubrovnik, na Croácia, Jerusalém e seus muros [sublinhado meu], além da cidade de Teotihuacan, no México, e Machu Picchu no Peru. A exposição apresenta várias áreas naturais conhecidas por sua extrema beleza, como o Parque Nacional de Vulcões no Havaí, onde estão dois dos vulcões mais ativos do mundo --o Mauna Loa e o Kilauea--, o Parque Nacional do Quênia e o de Kilimanjaro, na Tanzânia, ou ainda a região da Lapônia, no Círculo Polar Ártico, e fiordes da Groenlândia. A área do Parque Nacional do Jaú, na Amazônia Central, no interior do Estado do Amazonas, uma das regiões mais ricas em biodiversidade do mundo, também foi fotografada pelo Centro Aeroespacial da Alemanha (...) A exposição, apresentada na sede da Unesco, em Paris, vai até o dia 7 de maio.

Leia o texto completo.

Fonte: Daniela Fernandes, da BBC Brasil, em Paris - Folha Online: 20/04/2009 - 09h07

Marcadores:

Bookmark and Share

IHU On-Line: Twitter, Facebook, MySpace e Orkut

A Revista IHU On-Line, edição 290, de 20.04.2009, tem como tema de capa:

Twitter, Facebook, MySpace e Orkut. As redes sociais na web

Leia:
. Marco González: Facebook: um meio de socialização on-line
. Gabriela Zago: Mais do que um espaço informacional, o Twitter é um espaço social
. Paula Sibilia: “Sociedade do espetáculo: só é o que se vê”
. Suely Fragoso: As hierarquias e verticalidades nas redes sociais da web
. Pollyana Ferrari: A equação público = privado é cada vez mais forte
. Raquel Recuero: “O suporte da internet mudou o processo social”
. Sandra Portella Montardo: “Já não se considera mais o ambiente off-line como separado do ambiente on-line”

IHU On-Line é a revista semanal do Instituto Humanitas Unisinos – IHU – Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos.

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Abril 20, 2009

Almanaque Mineiro

No feriado "mineiro" de amanhã, 21 de abril, dê uma espiada no blog Almanaque Mineiro, uai.

Marcadores:

Bookmark and Share

Resenhas na RBL - 17.04.2009

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

H. Ausloos, F. García Martínez, M. Vervenne, J. Cook, and B. Lemmelijn, eds.
Translating a Translation: The LXX and Its Modern Translations in the Context of Early Judaism
Reviewed by Tuukka Kauhanen

Lytta Basset
Holy Anger: Jacob, Job, Jesus
Reviewed by Jutta Jokiranta

Elizabeth V. Dowling
Taking Away the Pound: Women, Theology and the Parable of the Pounds in the Gospel of Luke
Reviewed by James A. Metzger

Kathy Ehrensperger
Paul and the Dynamics of Power: Communication and Interaction in the Early Christ-Movement
Reviewed by Thomas R. Blanton IV

Tamara Cohn Eskenazi and Andrea L. Weiss, eds.
The Torah: A Women's Commentary
Reviewed by Susanne Scholz

J. Cheryl Exum and Ela Nutu, eds.
Between the Text and the Canvas: The Bible and Art in Dialogue
Reviewed by Hennie Stander

Harry Alan Hahne
The Corruption and Redemption of Creation: Nature in Romans 8.19-22 and Jewish Apocalyptic Literature
Reviewed by Ron Fay

George Heyman
The Power of Sacrifice: Roman and Christian Discources in Conflict
Reviewed by Giovanni Battista Bazzana

Heidi J. Hornik and Mikeal C. Parsons
Illuminating Luke: Volume 3: The Passion and Resurrection Narratives in Italian Renaissance and Baroque Painting
Reviewed by Hennie Stander

Elizabeth A. McCabe
An Examination of the Isis Cult with Preliminary Exploration into New Testament Studies
Reviewed by John S. Kloppenborg

Kathryn McClymond
Beyond Sacred Violence: A Comparative Study of Sacrifice
Reviewed by Leigh Trevaskis

Saul M. Olyan
Disability in the Hebrew Bible: Interpreting Mental and Physical Differences
Reviewed by David M. Maas
Reviewed by Hector Avalos

T. A. Perry
God's Twilight Zone: Wisdom in the Hebrew Bible
Reviewed by Thomas M. Bolin

Johannes Taschner
Die Mosereden im Deuteronomium: Eine kanonorientierte Untersuchung
Reviewed by Dominik Markl

Karel van der Toorn
Scribal Culture and the Making of the Hebrew Bible
Reviewed by Frank Polak


>>Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

O show do eu: só existe quem é visto?

Essas produções [os blogs e similares] estão aí na maioria dos casos para ornamentar o “eu” do autor [sublinhado meu].

A inquietação inicial, que motivou a escrita deste livro foi o surgimento dos blogs [sublinhado meu]...

Maria Paula Sibilia, argentina, está se referindo ao seu livro: O Show do Eu: a intimidade como espetáculo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2008, 288 p. - ISBN 9788520921296.

Leia três entrevistas da autora em Notícias - IHU On-Line:

:: Paula Sibilia: “Antes o íntimo era secreto, agora se torna público na Internet” - 24/09/2008
:: Show do eu: a vitrine da própria personalidade - 23/11/2008
:: Facebook, MySpace, Orkut e Twitter. ''Só é o que se vê'' - 19/04/2009

Diz, por exemplo, na entrevista mais recente, publicada ontem:
Se quisermos “ser alguém”, precisamos exibir permanentemente aquilo que supostamente somos. Nos últimos anos, portanto, têm cristalizado uma série de transformações profundas nas crenças e valores em que nossos modos de vida se baseiam, e a “espetacularização do eu” faz parte dessa trama.

E:

Porque na atual “sociedade do espetáculo” só é o que se vê. Portanto, se algo (ou alguém) não se expõe nas telas globais, se não está à vista de todos — sob os flashes dos paparazzi ou, pelo menos, sob a lente de uma modesta webcam caseira —, então nada garante que realmente exista. Esses são os valores que têm se desenvolvido intensamente nos últimos tempos, uma época na qual, por diversos motivos, se enfraqueceram as nossas crenças em tudo aquilo que não se vê, em tudo aquilo que permanece oculto.

Ora, o livro eu não li, só ontem tomei conhecimento de sua existência. Mas as entrevistas, apesar de colocarem o problema, me parecem ser frágeis nas explicações das razões sociais desta inegável realidade. Gostaria de ver o tema tratado com mais profundidade. No livro, talvez?

Mas, de alguma maneira, aí cabem também os biblioblogs e os biblistas que os produzem? Ou não?

O que você acha?

Marcadores:

Bookmark and Share

A escandalização do irrelevante

Leia em Luis Nassif Online - 20/04/2009 - 09:38:

O grande festival de irrelevâncias

Começa assim: O festival de irrelevâncias que assola a mídia só é relevante pela dimensão.

Por que acho que biblistas e teólogos devem ler isto?

Para não perdermos o passo com o nosso país...

Marcadores:

Bookmark and Share

Como evitar vírus em pen drives?

Cada vez mais vejo meus alunos lutando com o problema da contaminação de seus pen drives por vírus ou outras pragas. Que não saem do dispositivo nem por decreto. Formatou? Sim, mas o bichinho voltou!

Na verdade não existe uma solução definitiva para o problema, que pode apenas ser contornado. Mas é preciso entender como a contaminação se dá e porque ela é persistente.

Como disse alguém no Fórum do PortableApps.com: se o seu pen drive vive de modo promíscuo, ele terá grandes chances de contrair uma doença computacionalmente transmissível. E de transmiti-la para vários computadores...

No dia 13/04/2009 eu li: "About your flash-drive: If it lives in promiscuous mode there's a good chance it will contract a computationally transmitted disease. The only way to go when security is a crucial factor is read-only mode or a bootable live-CD, you can not trust public computers".

Creio que, em primeiro lugar, há cuidados fundamentais que devem ser tomados com os computadores usados - no caso de ser o seu ou de algum colega, já que você não pode fazer isso em um computador público -, como: usar adequadamente o firewall, o antivírus, alguns programas anti-spyware, programas de limpeza de arquivos de todo tipo que ficam no computador após a navegação na Internet etc. Veja exemplos em Utilitários.

E no pen drive é altamente recomendável instalar navegadores seguros, como o Firefox atualizado e com complementos de segurança, como o Adblock Plus e o NoScript, por exemplo. Além de um antivírus portátil como o ClamWin. E não deixe de fazer backup do conteúdo de seu pen drive. Isso tudo é muito fácil com o uso de Aplicativos Portáteis - Portable Apps. Veja aqui e aqui.

E tem mais: não use pen drive falsificado, tem que ser original, senão nada vai durar muito. Mas como vou saber se um pen drive é original?

Para saber se um pen drive DataTraveler da Kingston, modelo e marca dos mais usados entre nós, é original, confira:
. Fotos de todos os pen drives DataTraveler vendidos no Brasil
. Discussão no Clube do Hardware: Identificando Pendrives Kingston DataTraveler falsificados

Agora, algumas soluções que vi na Internet e que podem contornar o problema. Confesso que não achei nenhuma muito satisfatória. Bem, aí vão as indicações. Mas aviso: não me responsabilizo pelo seu uso...

:: Uma indicação bem escrita de como desativar o AutoExecutar no Windows XP pode ser lida no blog Téchne Lógos, de Guilherme Euler, postada em 30 de março de 2008. Ele aponta como fazer isto através das "Diretivas de Grupo". Para o Vista há uma indicação nos comentários a esta postagem. É só procurar.

:: Outra sugestão, encontrada nos comentários à mesma postagem, diz que você pode:
1. criar no bloco de notas um arquivo qualquer
2. salvar como autorun.inf no pen drive
3. clicar no arquivo com o botão direito do mouse e em "propriedades" marcá-lo como "somente leitura".
E pronto: seu pen drive está protegido! Depois disso, se encontrar uma máquina já infectada, ao colocar um pen drive, vai simplesmente aparecer uma mensagem avisando que não pode ser criado o arquivo autorun.inf no pendrive.

Mas tem gente que diz que nada disso funciona. Nem as modificações nas "Diretivas de Grupo" e nem a criação de um "autorun.inf" neutro (explico: a contaminação e proliferação das pragas em pen drives acontecem, em geral, através do arquivo "autorun.inf", que fica oculto na raiz do dispositivo. E olhe: se a lixeira do Windows entrar nesse "rolo", a infecção já é bem mais grave e o tratamento muito mais difícil!)

:: Outra sugestão, ainda nos comentários da mesma postagem, vem da PUC-Rio que diz: se a solução de criar um arquivo autorun.inf não funcionar, siga outra, que implica em lidar com o Registro do Windows, coisa sabidamente delicada. Veja também a ideia original, em inglês, pois esta é uma sugestão do CERT. Esta é perigosa para quem não entende de Registro.

:: Outra solução está na Folha Online de 03/04/2009. É um texto do conhecido José Antônio Ramalho, gente do ramo. É a vacinação com o Panda USB and AutoRun Vaccine. Sei não! Se alguém quiser experimentar, corra o risco!

:: E, finalmente (ou melhor, por enquanto), encontrei alguns programas gratuitos que fazem as mudanças acima (ou outras) e foram recomendados em blogs, em inglês. Como:
. How To Protect USB Drive From Virus When Attached To Infected Computer - By Asad - October 30, 2008. Que sugere dois utilitários: o Thumbscrew e o USB Write Protector
. How To Protect Your Computer From USB AutoRun Virus - By Nakodari - March 28, 2009. Sugestão: usar o utilitário USB AntiAutorun


Boa sorte!

Marcadores:

Bookmark and Share

Biblioteca Digital Mundial - World Digital Library

Unesco lança biblioteca digital mundial nesta terça

"A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) vai lançar nesta terça-feira (21), em Paris, a World Digital Library (Biblioteca Digital Mundial, em inglês), um site com acesso grátis a livros, mapas, manuscritos, filmes e fotografias raras. Será o terceiro maior acervo digital do gênero, atrás do Google Book Search [Pesquisa de Livros do Google] e da biblioteca virtual Europeana, um projeto da União Europeia. O objetivo do projeto, segundo a Unesco, é reduzir a exclusão digital, ampliar o conteúdo 'não-ocidental' na internet e oferecer conteúdo para ensino on-line. O projeto foi idealizado pela Unesco e outras 32 instituições. Em um primeiro momento, o conteúdo estará disponível principalmente em árabe, chinês, inglês, francês, português, russo e espanhol - haverá conteúdo adicional em outras línguas".

Leia o texto completo.

Fonte: Folha Online: 20/04/2009 - 08h17

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 15, 2009

Luteranos incentivam diálogo inter-religioso

Luteranos incentivam diálogo inter-religioso

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil (IECLB) estimula a criação de grupos de diálogo inter-religioso, com o objetivo de se conhecerem mutuamente, quebrar barreiras de preconceito e medo, buscando um clima de respeito e confiança mútuos e de solidariedade.


A recomendação consta em documento assinado pela presidência da IECLB, pastor Walter Altmann, sobre “Diretrizes teológico-pastorais para atos e diálogos inter-religiosos”. O documento incentiva tal participação ainda mais quando tais eventos forem expressão de um objetivo comum – pela paz, justiça, reconciliação, integridade da Criação, o bem estar da res pública. Celebrações desse caráter, diz o documento da IECLB, não deveriam ser um evento isolado, mas fruto de um processo de preparação e de diálogo continuado, no qual se trabalham medos, desconfianças e preconceitos e se facilita o conhecimento mútuo. Elaborado pelo Grupo Assessor para Ecumenismo, o documento destaca que a IECLB é, como reza sua constituição, de “natureza ecumênica”. O Brasil é um país multireligioso e um diálogo inter-religioso deve levar em consideração, em primeiro lugar, as religiões afro-brasileiras e indígenas. Mas também o diálogo com o islã, o hinduísmo e formas religiosas esotéricas.

Leia a notícia completa.

Fonte: ALC - Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação - 14/04/2009

Marcadores:

Bookmark and Share

Novidades em + Novidades

Há novas indicações bibliográficas em + Novidades. Foram acrescentadas nos últimos dois dias. Os links para as obras, apresentações e resenhas estão na página + Novidades.

Recomendo:

:: 2006
MOORE, M. Philosophy and Practice in Writing a History of Ancient Israel. London: T &T Clark, 2006, x + 205 p. - ISBN 9780567029812 (Hardcover) - Paperback: 2009, 240 p. - ISBN 9780567109897. Leia mais em Quatro livros sobre Bíblia que valem a leitura.

:: 2007
ZETTERHOLM, M. (ed.) The Messiah in Early Judaism and Christianity. Minneapolis: Fortress, 2007, xxvii + 163 p. - ISBN 9780800621087. Leia a resenha escrita por James H. Charlesworth na RBL em 28/06/2008.

DeCONICK, A. D. The Thirteenth Apostle: What the Gospel of Judas Really Says. London: Continuum, 2007, 224 p. - ISBN 9780826499646 (Hardcover). Paperback: 2009, 224 p. - ISBN 9781847065681. Leia mais em The Forbidden Gospels Blog e em April D. DeConick.

:: 2008
HILHORST, A.; PUECH, E.; TIGCHELAAR, E. (eds.) Flores Florentino: Dead Sea Scrolls and Other Early Jewish Studies in Honour of Florentino García Martínez. Leiden: Brill, 2008, 836 p. - ISBN 9789004162921.

CHARLESWORTH, J. H. The Historical Jesus: An Essential Guide. Nashville: Abingdon Press, 2008, xx + 131 p. - ISBN 9780687021673. Resenha escrita por Peter J. Judge e publicada na RBL em 21/02/2009.

:: 2009
ZETTERHOLM, M. Approaches to Paul: A Student's Guide to Recent Scholarship. Minneapolis: Fortress, 2009, 288 p. ISBN 9780800663377. Publicação prevista para maio de 2009.

ORTIZ, P. Dicionário do grego do Novo Testamento. Traduzido do espanhol. São Paulo: Loyola, 2009, 304 p. - ISBN 9788515036080. Obra da Coleção Ferramentas Bíblicas.

MCKNIGHT, S.; MOURNET, T. C. (eds.) Jesus in Early Christian Memory: Essays in Honour of James D. G. Dunn. London: T & T Clark, 2009, 224 p. - ISBN 9780567045249. Lançamento previsto para maio de 2009.

CASEY, M. The Solution to the 'Son of Man' Problem. London: T & T Clark, 2009, 416 p. - ISBN 9780567030702 (Paperback). Hardcover: 2007, xiv + 359 p. - ISBN 9780567030696. Resenhado por Paul Owen, RBL, 09/02/2009.

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Abril 12, 2009

Mario Liverani: homenagem e bibliografia

Nos dias 20 e 21 de abril de 2009, o assiriólogo Mario Liverani, que também escreveu uma interessante História de Israel, traduzida para o português no ano passado, será homenageado com uma Conferência em Roma. Veja o programa:

Convegno in onore di Mario Liverani: Antico Oriente: nonsolostoria -- The Ancient Near East: not-only-history - International Conference in Honour of Mario Liverani


Sua importante bibliografia pode, por outro lado, ser vista em:

:: Bibliografia completa di Mario Liverani - Full bibliography of Mario Liverani

:: Mario Liverani’s 1990-1999 articles available in English

:: Mario Liverani’s Publications Available in English: Monographs

Dica de John Hobbins em seu blog Ancient Hebrew Poetry, organizador desta bibliografia a pedido do próprio Mario Liverani.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Abril 11, 2009

Resenhas na RBL - 09.04.2009

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Jacques Cazeaux
La contre-épopée du désert: Essai sur Exode-Lévitique Nombres
Reviewed by Philippe Guillaume

Craig A. Evans and Emanuel Tov, eds.
Exploring the Origins of the Bible: Canon Formation in Historical, Literary, and Theological Perspective
Reviewed by Everett Ferguson

Travis L. Frampton
Spinoza and the Rise of Historical Criticism of the Bible
Reviewed by Seán P. Kealy

John Goldingay
The Message of Isaiah 40-55: A Literary-Theological Commentary
Reviewed by Francis Landy

Robert P. Gordon, ed.
The God of Israel
Reviewed by Bruce A. Power

Daniel M. Gurtner and John Nolland, eds.
Built upon the Rock: Studies in the Gospel of Matthew
Reviewed by J. Christopher Edwards

Norman C. Habel and Peter Trudinger, eds.
Exploring Ecological Hermeneutics
Reviewed by Johan Buitendag

Justin K. Hardin
Galatians and the Imperial Cult: A Critical Analysis of the First-Century Social Context of Paul's Letter
Reviewed by Wilhelm Pratscher

John Jarick
2 Chronicles
Reviewed by Louis C. Jonker

Leonid Kogan, Natalia Koslova, Sergey Loesov, and Sergei Tishchenko, eds.
Babel und Bibel 3: Annual of Ancient Near Eastern, Old Testament and Semitic Studies
Reviewed by Lena-Sofia Tiemeyer

Larry J. Kreitzer
Philemon
Reviewed by Torrey Seland

Carmel McCarthy, ed.
Biblia Hebraica Quinta: Deuteronomy
Reviewed by Mark McEntire

Jacob Neusner and Alan J. Avery-Peck, eds.
Encyclopedia of Religious and Philosophical Writings in Late Antiquity: Pagan, Judaic, Christian
Reviewed by Mark D. Nanos

Mikeal C. Parsons
Body and Character in Luke and Acts: The Subversion of Physiognomy in Early Christianity
Reviewed by Glenn E. Snyder

Judith Perkins
Roman Imperial Identities in the Early Christian Era
Reviewed by Ilaria Ramelli

Ephraim Radner
Leviticus
Reviewed by Leigh Trevaskis

Walther Sallaberger
Das Gilgamesch-Epos: Mythos, Werk und Tradition
Reviewed by Gerhard Karner

Patrick E. Spencer
Rhetorical Texture and Narrative Trajectories of the Lukan Galilean Ministry Speeches: Hermeneutical Appropriation by Authorial Readers of Luke-Acts
Reviewed by Stephan Witetschek

David T. Sugimoto
Female Figurines with a Disk from the Southern Levant and the Formation of Monotheism
Reviewed by Aren Maeir

David Andrew Thomas
Revelation 19 in Historical and Mythological Context
Reviewed by David L. Barr

Steven J. Voris
Preaching Parables: A Metaphorical Interfaith Approach
Reviewed by Ernest van Eck

>>Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

Biblioblogueiro de abril 2009: Simon Holloway

John Hobbins, em Biblioblogs.com, entrevista Simon Holloway, do biblioblog Davar Akher, escolhido como o biblioblogueiro do mês de abril de 2009.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Abril 09, 2009

Ler a Bíblia no Brasil Hoje: artigo atualizado

O artigo Ler a Bíblia no Brasil Hoje foi atualizado.

O texto foi expandido, links para Bíblias e documentos online foram acrescentados, a bibliografia foi atualizada.

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Abril 06, 2009

Manuscritos do Mar Morto: bibliografia atualizada

Para os interessados nos Manuscritos do Mar Morto e/ou essênios, agora que o assunto voltou aos noticiários - veja aqui e aqui -, observo que atualizei a bibliografia no final de meu artigo Os Essênios: a Racionalização da Solidariedade. E aqui também.

Ainda é óbvio o que anotei em 23 de abril de 2007 aqui:
De repente, dei-me conta de que nossa bibliografia em português está defasada em cerca de 10 anos. Nossas editoras simplesmente pararam no tempo. Não traduziram nenhuma das grandes obras que saíram no final do século XX, quando eram comemorados os 50 anos da descoberta dos Manuscritos. Agora, já são 60 anos desde a descoberta e vejo um grande vazio bibliográfico em português nos últimos dez anos.

Com a soma de mais dois anos às datas acima, a coisa até piora... Pergunto: não há mercado no Brasil para este tipo de publicação? Quais seriam os motivos de nossa carência bibliográfica?

Ainda: minha bibliografia, de modo algum, pretende ser completa, é apenas uma seleção de livros que considero úteis. Há milhares de artigos e livros sobre os Manuscritos do Mar Morto, sobre Qumran e sobre os Essênios. Literalmente.

Bibliografia mais ampla? Veja The Orion Center for the Study of the Dead Sea Scrolls and Asssociated Literature.

Marcadores:

Bookmark and Share

Resenhas na RBL - 03.04.2009

As seguintes resenhas foram recentemente publicadas pela Review of Biblical Literature:

Piotr Bienkowski, Christopher Mee, and Elizabeth Slater, eds.
Writing and Ancient Near Eastern Society: Papers in Honour of Alan R. Millard
Reviewed by Raymond Person

Gerald L. Borchert
Worship in the New Testament: Divine Mystery and Human Response
Reviewed by Tony Costa

Thomas L. Brodie
Proto-Luke: The Oldest Gospel Account: A Christ-Centered Synthesis of Old Testament History Modelled Especially on the Elijah-Elisha Narrative
Reviewed by Gerbern S. Oegema

Stephanie Lynn Budin
The Myth of Sacred Prostitution in Antiquity
Reviewed by Mayer Gruber
Reviewed by Lena-Sofia Tiemeyer

Roland Deines
Die Gerechtigkeit der Tora im Reich des Messias: Mt 5,13-20 als Schlüsseltext der matthäischen Theologie
Reviewed by Stephan Witetschek

Neil Elliott
The Arrogance of Nations: Reading Romans in the Shadow of Empire
Reviewed by Glenn E. Snyder
Reviewed by Graydon F. Snyder
Reviewed by Ben Witherington III

Weston W. Fields
The Dead Sea Scrolls: A Short History
Reviewed by Eric F. Mason

Benjamin Fiore
The Pastoral Epistles: First Timothy, Second Timothy, and Titus
Reviewed by Matthew D. Montonini

Joseph A. Fitzmyer
First Corinthians: A New Translation with Introduction and Commentary
Reviewed by Anthony C. Thiselton

Matthew E. Gordley
The Colossian Hymn in Context: An Exegesis in Light of Jewish and Greco-Roman Hymnic and Epistolary Conventions
Reviewed by Vincent Pizzuto

Wouter J. Hanegraaf, ed.
Dictionary of Gnosis and Western Esotericism
Reviewed by David E. Aune

Edith M. Humphrey
And I Turned to See the Voice: The Rhetoric of Vision in the New Testament
Reviewed by Greg Carey

Matthias Köckert
Die Zehn Gebote
Reviewed by Paul Sanders

Andreas J. Kostenberger and Scott R. Swain
Father, Son and Spirit: The Trinity and John's Gospel
Reviewed by Mary Coloe

Oded Lipschits, Gary N. Knoppers, and Rainer Albertz, eds.
Judah and the Judeans in the Fourth Century B.C.E.
Reviewed by Allen Kerkeslager

Linda M. MacCammon
Liberating the Bible: A Guide for the Curious and Perplexed
Reviewed by Martin Meiser

Chaim Miller, ed.
The Gutnick Edition Chumash: With Rashi's Commentary, Targum Onkelos and Haftaros with a Commentary Anthologized from Classic Rabbinic Texts and the Works of the Lubavitcher Rebbe
Reviewed by Jason Kalman

Eckart Reinmuth
Anthropologie im Neuen Testament
Reviewed by Christoph Stenschke

Robert Rezetko
Source and Revision in the Narratives of David's Transfer of the Ark: Text, Language, and Story in 2 Samuel 6 and 1 Chronicles 13, 15-16
Reviewed by Terrance A. Clarke

Eric A. Seibert
Subversive Scribes and the Solomonic Narrative: A Rereading of 1 Kings 1-11
Reviewed by Ralph K. Hawkins


>>Visite: Review of Biblical Literature Blog

Marcadores:

Bookmark and Share

Terremoto in Abruzzo: 6 aprile 2009

Eu estava em Roma no dia 6 de maio de 1976, quando um terremoto de 6,5 graus na escala Richter atingiu o Friuli, na costa nordeste italiana, matando quase mil pessoas e deixando em torno de 70 mil desabrigados.

O que mais me impressionou naquela ocasião foi a comoção que inicialmente tomou conta de todos nós, seguido pela percepção de que todos os recursos disponíveis no país convergiam rapidamente para a área da tragédia.

Hoje vejo por todo lado - na TV, na Internet, nos jornais - as manchetes, as fotos e os relatos do terremoto desta madrugada na região de Abruzzo, com trágicas consequências, e a lembrança daquela experiência de 1976, para mim inédita, volta com força...

Leia sobre o terremoto, em português, aqui e aqui. E veja as muitas fotos, vídeos e informações, em italiano, no Corriere della Sera, em Terremoto in Abruzzo.

Deixo registrada, neste modesto espaço, minha solidariedade aos colegas italianos.

Atualização/Update: 07.04.2009 - 10h55
Terremoto in Abruzzo - Corriere della Sera: 07 aprile 2009

Atualização/Update: 08.04.2009 - 09h50
Abruzzo in ginocchio - Corriere della Sera: 08 aprile 2009

>> Revistas e jornais italianos online:
Online Newspapers - Italian Newspapers
Net Papers - Itália

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Abril 04, 2009

A importância da Bíblia na luta pela humanização

Na situação atual, muitos esperam um cristianismo vivido segundo o paradigma da religião forte e encarnado em minorias ativas e eficazes, capazes de assegurar identidades e visibilidades que se impõem, porque pensadas em uma estratégia defensiva e de concorrência. Para mim, considero que apenas vivendo a diferença cristã na companhia dos homens pode-se introduzir uma dinâmica que abale a indiferença à fé cristã e às suas exigências próprias também a muitos falsos católicos. Acredito que, em vista de uma recuperação do primado da fé, da espera pelas coisas últimas e por uma arte da comunicação autêntica, ainda são indispensáveis a leitura e o conhecimento do Evangelho entre aqueles que compõem a comunidade cristã.

Este é o começo de um artigo do monge fundador e prior da Comunidade Monástica de Bose, na Itália, Enzo Bianchi, publicado no jornal La Stampa em 03/04/2009 e reproduzido por Notícias - IHU On-Line de 04/04/2009 sob o título O Evangelho, o homem, a religião. Artigo de Enzo Bianchi.

Quase no final, diz o artigo:
A religião precisa do exercício da razão para não cair em formas paganizadoras, mágicas ou supersticiosas, mas também precisa que esse exercício racional ocorra não sem os outros, mas com os outros, todos habitantes da mesma pólis. Juntos, cristãos e não cristãos, devemos nos colocar a questão antropológica: o que é o homem? Para onde ele vai? Como pode viver em uma sociedade que luta contra a barbárie e em favor da humanização?

Leia o artigo completo. Que é de denúncia e anúncio.

Leia Mais:
Ler a Bíblia no Brasil Hoje

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Abril 03, 2009

Descoberto o autor da crise econômica mundial

Finalmente! Veja aqui.

Tomou as dores... então deve ser ele. Que "alega ter se sentido pessoalmente ofendido pela declaração de..."

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Abril 02, 2009

Marx e os problemas do século XXI

Carta Maior lança debate: o Marxismo e o Século XXI
A Carta Maior lança a partir de hoje [01/04/2009] um seminário virtual sobre a obra de Karl Marx e os problemas que afetam a humanidade neste início do século XXI. Diante da grave crise econômica, política e social, decorrente das políticas do modelo neoliberal implementado nas últimas décadas no mundo, o pensamento do autor alemão voltou à ordem do dia. A nova editoria terá a curadoria do professor Francisco de Oliveira, que escreverá e convidará, mensalmente, intelectuais para abordar o tema num debate que se estenderá até o final do ano e procurará ofecerer respostas à pergunta: o que Marx tem a dizer sobre os problemas do século XXI?



Leia o texto de apresentação, escrito por Francisco de Oliveira em 01/04/2009.

Leia Mais:
A Sociologia Marxista (um dos itens de meu texto: O Discurso Sócio-Antropológico: Origem e Desenvolvimento)

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Abril 01, 2009

Biblical Studies Carnival XL

Seleção das melhores postagens de março de 2009.

Trabalho feito por James Gregory, em seu James Gregory's Blog.

Marcadores:

Bookmark and Share