Observatório Bíblico

Sexta-feira, Março 31, 2006

The Magdalene Review, de Lesa Bellevie, é o blog de abril 2006

Blog of the Month: April 2006

O blog do mês de abril 2006, escolhido por Biblioblogs.com, é The Magdalene Review, de Lesa Bellevie, que eu já recomendara, juntamente com seu site, Magdalene.org, em postagem feita no dia 19 de dezembro de 2005 sob o título A redescoberta de Maria Madalena.

Lesa Bellevie é entrevistada por Jim West.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Março 30, 2006

Marcos Pontes: primeiro brasileiro no espaço

Um brasileiro no espaço

Atualização: 30.03.2006
Marcos Pontes, Pavel Vinogradov e Jeffrey Williams conversaram com os jornalistas na quarta-feira, dia da partida. "Quando aquela bandeira do Brasil que já está pintada lá bem grande no foguete estiver decolando, eu gostaria que as pessoas vissem não só a bandeira subindo, mas o orgulho de ser brasileiro", afirmou Pontes.

Leia Mais:
Agência Espacial Brasileira - AEB
Marcos Pontes - Biographical Data
Marcos Pontes - Website Oficial

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Março 29, 2006

Italianos fazem importante descoberta na Mesopotâmia

Iraq: archeologi protetti dalla Msu scoprono "un altro tassello per ricostruire la storia della Mesopotamia"

Marcadores:

Bookmark and Share

Sad News: faleceu ontem o biblista e assiriólogo Emanuel Bouzon

Acabei de tomar conhecimento através de e-mail enviado para a lista de discussão ANE-2 e de nota da Assessoria de Comunicação Social da PUC-Rio do falecimento de Emanuel Bouzon. O ilustre professor e pesquisador faleceu ontem, dia 28 de março de 2006, aos 73 anos de idade, vítima de fulminante câncer pulmonar, depois de duas semanas internado no Hospital Barra D'Or, no Rio de Janeiro.

Emanuel Bouzon nasceu em 1933. Estudou Filosofia na PUC-RJ, onde graduou-se em 1954. Cursou Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma, ordenando-se padre em 1958. Estudou Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico, Roma, e Ciências Orientais no Instituto Oriental de Roma e especializou-se em Assiriologia, Egiptologia, Semitistica e História Antiga na Westfälische Wilhelms-Universität de Münster, Alemanha, onde estudou com o célebre orientalista Wolfram von Soden. Em 1988 conseguiu, em Münster, o Pós-Doutorado. Foi um dos fundadores do Departamento de Teologia da PUC-Rio, universidade onde trabalhou por mais de quarenta anos. Foi, também, um dos tradutores da Bíblia de Jerusalém para o português.


No seu Currículo Lattes lemos o seguinte quadro de sua formação acadêmica:

1987-1988 - Pós-Doutorado:
Westfälische Wilhelms Universität Münster, Alemanha.

1964-1969 - Doutorado em História Antiga e Medieval:
Pontifício Instituto Bíblico, PIB, Itália.
Título: Die Prophetenkorporationen in Israel und im Alten Orient. Ein Beitrag zur Geschichte der nebiistischen Bewegung, Ano de Obtenção: 1969.
Orientador: Ernst Vogt.

1960-1964 - Especialização em Assiriologia e História Antiga. Westfälische Wilhelms Universität Münster, Alemanha. Ano de finalização: 1964.

1958-1960 - Mestrado em História Antiga Oriental:
Pontifício Instituto Bíblico, PIB, Itália.
Título: As Corporações Proféticas no Antigo Israel, Ano de Obtenção: 1960.
Orientador: Ernst Vogt.

1954-1958 - Graduação em Teologia. Pontificia Universidade Gregoriana, PUG, Itália.

1951-1954 - Graduação em Filosofia. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RJ, Brasil.


Entre suas muitas publicações, destaco:

O Código de Hammurabi. 10. ed. Petrópolis: Vozes, 2003. 238 p.
Uma Coleção de Direito Babilônico Pré-Hammurabiano. Leis do Reino de Eshnunna. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 2001. v. 1. 207 p.
Contratos Pré-Hammurabianos do Reino de Larsa. 1. ed. Porto Alegre: Edipucrs, 2000. v. 1. 391 p.
As Cartas de Hammurabi. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 1986. 240 p.
As Leis de Eshnunna. 1. ed. Petrópolis: Vozes, 1981. 171 p.

O e-mail repassado hoje cedo (quarta-feira, 29 de março de 2006 04:02) por Chuck Jones para a lista de discussão ANE-2 foi enviado por Marcelo Rede ontem (date: Tue, 28 Mar 2006 16:31:26) e está em francês:
Chère Madame, cher Monsieur, Je suis dans la triste obligation de vous informer du décès du Professeur Emanuel BOUZON, survenu hier à Rio de Janeiro, Brésil. Le père Bouzon a suivi des études d'assyriologie, d'histoire ancienne et biblique à l'Institut Biblique de Rome, et à Münster où il a été l'élève de Von Soden. Professeur à l'Université Catholique, il a été l'initiateur des études mésopotamiennes au Brésil. Parmi ses nombreux ouvrages, on peut citer les premières traductions en portugais du Code de Hammurabi, des lois d'Eshnunna, des lettres de Hammurabi ainsi que des contrats de Larsa. Le vide laissé par sa disparition est immense pour ses étudiants et collègues ainsi que pour la science.

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Março 28, 2006

Philip Davies on Faith Based Scholarship

Veja no biblioblog Café Apocalypsis a entrevista com Philip R. Davies, da Universidade de Sheffield.

Pode-se ler sobre ele, na Ayrton's Biblical Page, aqui, aqui e aqui.

Marcadores:

Bookmark and Share

A fome se transformou numa silenciosa arma de destruição em massa

Folha Online: 28/03/2006 - 09h41

Lula cobra ricos no combate à destruição do ambiente

Mari Tortato da Agência Folha, em Curitiba

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu ontem em Curitiba a reunião de ministros do Ambiente da COP-8 (8ª Conferência das Partes) da Convenção da Biodiversidade da ONU, cobrando mais responsabilidade das nações ricas no combate à fome e à destruição progressiva do ambiente. "Não é aceitável que os países pobres continuem a sofrer o principal ônus da degradação ambiental
resultante de padrões insustentáveis de produção e consumo determinados pelas nações industrializadas", disse Lula. Segundo ele, "as economias industrializadas gastam US$ 900 bilhões por ano para proteger suas fronteiras, mas destinam menos de US$ 60 bilhões para ajudar as nações pobres, onde a fome se transformou numa silenciosa arma de destruição em massa" (cont.)

Leia Mais:
Eighth Conference of the Parties to the Convention on Biological Diversity

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Março 27, 2006

Morreu hoje Stanislaw Lem, autor de Solaris

Folha Online: 27/03/2006 - 13h50

Morre o escritor Stanislaw Lem, autor de "Solaris"

Morreu nesta segunda aos 84 anos o escritor polonês Stanislaw Lem, que ficou consagrado pelo gênero ficção científica, como o livro "Solaris" - adaptado para o cinema duas vezes. Lem morreu na Cracóvia, Polônia. Não foram revelados detalhes sobre a sua morte. Vendedor de mais de 27 milhões de cópias pelo mundo, Lem teve suas obras traduzidas para 40 idiomas (cont.)

Um livro incrível, que sempre me fascinou!

Marcadores:

Bookmark and Share

Partido Kadima deve vencer em Israel

Folha Online: 27/03/2006 - 12h34

Partido de Sharon deve conquistar 40 cadeiras no Parlamento

Daniela Loreto
Criado pelo premiê israelense, Ariel Sharon, o partido de centro Kadima - cujo candidato é o premiê interino Ehud Olmert - deve vencer as eleições israelenses desta terça-feira e conquistar até 40 cadeiras no Parlamento, disse à Folha Online Ephraim Kam, vice-chefe do Centro Jaffee de Estudos Estratégicos da Universidade de Tel Aviv (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Março 26, 2006

The Dead Sea Scrolls Electronic Library

A Amazon.com está anunciando para abril: The Dead Sea Scrolls Electronic Library, a CD-Rom edition, by Emanuel Tov (ed.). Um agradável anúncio. O preço, entretanto, é desagradável...

A Editora Brill diz o seguinte:
New and comprehensive electronic reference work on The Dead Sea Scrolls. Prepared by the Foundation for Ancient Research and Mormon Studies, Brigham Young University, Provo, Utah. The Dead Sea Scrolls (DSS) probably represent the most significant manuscript discovery in recent history. These ancient texts have revolutionized the field of biblical and Judaic studies, and they have become an Indispensable source for scholars and students alike. Although most of the texts have been published in some form or other, scholars have now only begun to grasp the true meaning and relevance of the scrolls for our understanding of ancient Judaism, the transmission of the biblical texts, and the origins of Christianity. This third volume of the DSS CD-ROM gives a more complete coverage of all of the published DSS materials, including scrolls published in 2004 and 2005. Anyone using the CD-ROM will be able to access texts, images and reference materials quickly and efficiently. The combination of a powerful text search engine and sophisticated image-manipulating software will enable scholars and students unparalleled research possibilities A major new feature is the addition of morphological analysis to all of the texts. This data gives glosses and part of speech analysis for each word in the database. The database is powered by version 7 of WordCruncher®. This version is fully Unicode compatible, meaning that you can cut and paste from the database into Microsoft Word etc. The software makes full accommodation of the features of the Hebrew language, by allowing users to search for Hebrew words according to their root forms. The database has an improved image set. Many images have been replaced with higher resolution copies, additional images have been included, and each fragment or scroll image is individually labelled.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Março 25, 2006

Erhard S. Gerstenberger, Israel na Época Persa

GERSTENBERGER, E. S. Israel in der Perserzeit: 5. und 4. Jahrhundert v. Chr. Stuttgart: Kohlhammer, 2005, 416 Seiten. [Biblische Enzyklopädie: Band. 8]


Recebi este livro de meu amigo e colega Cássio Murilo Dias da Silva no dia 3 de fevereiro, na reunião dos Biblistas Mineiros, em Belo Horizonte, mas só agora tive tempo de apresentá-lo. E ainda terei que arranjar tempo para a leitura de suas quatrocentos e poucas páginas em alemão. Mas vale a pena. Por que?

Porque o livro trabalha a História de Israel na época persa, ou seja, nos séculos V e IV a.C. É um período dos mais importantes. É quando, segundo a maioria dos especialistas, se deu a formação de parte significativa da literatura bíblica (Bíblia Hebraica, claro!) e quando o judaísmo começou a definir as características que o marcariam nos séculos seguintes. Veja a história do período aqui.

Também porque o autor, alemão, viveu alguns anos no Brasil, lecionando exegese em São Leopoldo, e se envolveu com as questões da Teologia da Libertação, como se pode ver na descrição abaixo, que transcrevo de sua página na Internet.

Além disso, o livro faz parte de uma coleção em 12 volumes sobre História de Israel, que está saindo desde 1996 em alemão, com o nome de Biblische Enzyklopädie [Enciclopédia Bíblica], dirigida por Walter Dietrich e Wolfgang Stegemann, e com a participação de grandes nomes da área, sobre a qual se pode ler uma apresentação aqui.

Segue, em alemão, uma descrição do livro, como aparece na última capa:
Auch wenn die Perser im Alten Testament nur selten ausdrücklich erwähnt werden, hat doch die persische Periode (539 bis 331 v.Chr.) dem alten Israel eine neue Gestalt gegeben. Die Heiligen Schriften sind entstanden, die Grundlagen für die jüdisch-christliche Tradition wurden gelegt. Darum liefern - entgegen herkömmlichen Einschätzungen - persische Politik, Kultur und Religion gleichsam das Bühnenbild, vor dem die entstehende jüdische Gemeinschaft auftritt. Neben der persischen Geschichte und Geisteswelt beschreibt Gerstenberger diesen sich über 200 Jahre spannenden Abschnitt der Geschichte Israels, die damals entstandene biblische Literatur (historische, prophetische und poetische Schriften, namentlich die Psalmen) sowie wichtige theologische Entwicklungen (u.a. Gestalt und Kennzeichen der jüdischen Gemeinde, Monotheismus, neue Elemente der Weltgestaltung).



Dados Pessoais do Prof. Dr. Erhard S. Gerstenberger [em português, inglês e alemão, que estão em sua página, com destaque para o período em que viveu e trabalhou no Brasil]:

O autor nasceu e viveu seus primeiros anos na região do Ruhr, Alemanha (cidades Duisburg e Rheinhausen). Estudou Teologia e teve como áreas secundárias Belas Artes e Política (entre 1952 e 1957). Viveu nos Estados Unidos entre 1959 e 1964, onde atuou como estudante e docente. De 1965 a 1975 foi Pastor em Essen-Frohnhausen. Atuou como professor no Brasil entre 1975 e 1981. De 1981 a 1984 foi professor na área de Antigo Testamento na Universidade Justus-Liebig em Giessen. Desde 1985 lecionou na Philipps-Universität em Marburg, aposentando-se em 1997.

1975-1981: Docente na área de Antigo Testamento na EST (Escola Superior de Teologia da IECLB) em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. Aculturação junto ao CENFI no Rio de Janeiro. Fascinação com a Teologia da Libertação: Exegetas em intensivo diálogo com a Bíblia e a realidade atual. Igreja para os pobres. Orientação contextual (formação social) dos textos e dos intérpretes. A realidade do terceiro e do primeiro mundo são as duas faces da mesma moeda. Globalização: instumento de domínio dos países industrializados? Teologia precisa ser ecumênica e aspirar por justiça para todos.


Born and raised in the Ruhr-area (Duisburg). Study of Protestant Theology at universities of Marburg, Tübingen, Bonn, and the seminary of Wuppertal (1952-1979). Exchange student and teacher of Old Testament in the USA (1979-1984). Parish minister at Essen (Ruhr-area; 1965-1975). Professor of Old Testament at the Lutheran seminary of São Leopoldo, Brazil (1975-1981), at Giessen University (1981-1984) and Marburg University (1985-1997; oldest Protestant university, founded 1527 A.D.). Retired since Oct. 1st 1997.


Geboren und aufgewachsen im Ruhrgebiet (Duisburg - Rheinhausen). Studium der Ev. Theologie, Nebeninteressen Kunst, Politik (1952-1957). Als Student und Dozent in den USA (1959-1964). Pfarrer in Essen-Frohnhausen (1965-1975). Eheschließung mit Rita Buttgereit; drei Kinder: Bjoern, Dennis, Debora. Dozent in Brasilien (1975-1981). Professor für AT an der Justus-Liebig Universität Giessen (1981-1984), dann an der Philipps-Universität Marburg (1985-1997). Pensioniert seit 1. Oktober 1997.

Marcadores:

Bookmark and Share

Impulsionar novas medidas que contribuam para frear a perda de biodiversidade

Folha Online: 25/03/2006 - 06h41

Países debatem em Curitiba como frear perda de biodiversidade

da Efe, em Curitiba
A comunidade internacional se reúne em Curitiba para debater sobre a conservação de ecossistemas e o uso sustentável dos recursos biológicos, com a intenção de impulsionar novas medidas que contribuam para frear a perda de biodiversidade. Delegações de 188 países participam da 8ª Conferência das Partes do Convênio de Diversidade Biológica da ONU, iniciada no último dia 20, embora a partir desta segunda-feira comecem as reuniões de "alto nível", nas quais está prevista a participação de mais de 100 ministros da área de meio ambiente. A conferência encerra um mês de debates e de atos realizados na cidade paranaense relacionados com a biossegurança e a biotecnologia, concretamente sobre o uso de transgênicos e as normas que devem reger seu comércio, e com a exploração dos recursos genéticos, que podem trazer benefícios às comunidades indígenas. As delegações participantes da conferência centrarão a discussão a partir de segunda-feira (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Março 24, 2006

Eu te darei o ceu, meu bem... rabino oferece o paraíso em troca de votos

Folha Online/BBC Brasil: 24/03/2006 - 19h23

Partidos ortodoxos prometem até o paraíso em Israel

Guila Flint, da BBC Brasil, em Tel Aviv


Os partidos religiosos ortodoxos de Israel preparam-se para as eleições da próxima terça-feira prometendo resolver os problemas do país com base no judaísmo e até mesmo oferecendo o paraíso aos eleitores. A promessa de garantia de um lugar no paraíso para aqueles que votarem no partido ultra-ortodoxo Shas despertou polêmica no país. A juíza da Suprema Corte israelense e presidente do Comitê Eleitoral, Dorit Beinish, proibiu dias atrás a transmissão no horário eleitoral de um discurso do líder espiritual do partido, o rabino Ovadia Yossef, em que ele ofereceu o paraíso em troca de votos. De acordo com a juíza, a lei em Israel proíbe a promessa de benefícios em troca de votos e considera esse tipo de promessas "subornos eleitorais". A decisão revoltou o líder do Shas, Eli Ishai. "Aconteceu uma coisa terrível e sem precedentes na história de Israel, o Comitê Eleitoral proibiu as palavras da Torá", disse Ishai (cont.)

Atualizando (25.03.2006):
Toda a história pode ser lida em Shas 'heaven' broadcast banned, com direito a foto do rabino Ovadia Yosef.

Marcadores:

Bookmark and Share

Eilat Mazar: I work with the Bible in one hand and the tools of excavation in the other

Jim West em seu blog chama a atenção para um artigo sobre Eilat Mazar na Moment Magazine.

O título que escolhi para o post reflete exatamente aquilo que eu comentava hoje em aula, com os alunos do primeiro ano de Teologia do CEARP, sobre a pretensa descoberta do palácio de Davi por Eilat Mazar:

Eu trabalho com a Bíblia numa mão e a 'picareta' na outra. Isto é o que arqueólogos bíblicos fazem. A Bíblia é a mais importante fonte histórica e merece, por isso, atenção especial.

Julgue você mesmo... se não acompanhou o caso, leia aqui também.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sua casa de praia poderá ser acessada somente por submarino em 2100

Folha Online: 24/03/2006 - 09h42

Degelo nos pólos é catastrófico, diz revista


Ricardo Bonalume Neto - da Folha de S. Paulo

O derretimento das geleiras da Groenlândia e da Antártida acelerou mais em anos recentes com o aquecimento do planeta provocado pelo efeito estufa. Cientistas prevêem que no final do século o clima lembrará o de 130 mil anos atrás, quando o nível dos mares estava seis metros mais alto. Ou seja, aquela casa de praia que você gostaria de legar a seus netos e bisnetos só deverá ser acessível por submarino em 2100. Um conjunto de artigos na revista científica "Science" mostra que os pesquisadores temem que o aquecimento global "possa estar levando a um aumento do nível do mar catastrófico", nas palavras da normalmente discreta publicação. Com o mar subindo tanto, cerca de meio bilhão de pessoas teria de fugir da orla marítima para o interior mais elevado (cont.)


Sea rise could be 'catastrophic'

By Paul Rincon

A study in the US journal Science suggests a threshold triggering a rise in sea level of several metres could be reached before the end of the century. Scientists used an ancient period of warming to predict future changes. Greenland could be as warm by 2100 as it was 130,000 years ago, when melting ice raised sea levels by 3-4m. The implication is that Greenland would - eventually - melt by as much in response to present warming. The findings come from two studies published in Science by Dr Jonathan Overpeck, of the University of Arizona in Tucson, and colleagues (cont.)

Leia Mais:
Climate Change - Breaking the Ice
Estudo sugere aumento 'catastrófico' do nível do mar
Planet under pressure

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Março 23, 2006

Provan, Long e Longman face a face com Finkelstein e Silberman

Recomendo as observações que Chris Heard faz hoje em seu blog Higgaion sobre o livro de

PROVAN, I; LONG, V. Ph.; LONGMAN III, T. A Biblical History of Israel. Louisville, Kentucky: Westminster John Knox Press, 2003, 416 p.

em comparação com

FINKELSTEIN, I.; SILBERMAN, N. A. The Bible Unearthed: Archaeology's New Vision of Ancient Israel and the Origin of Its Sacred Texts. New York: The Free Press, 2001, XII + 385 p. (veja mais informações sobre o livro, inclusive sua tradução para o português, aqui).

Leia, portanto, A Biblical History of Israel: half a book, no qual Chris critica o conservadorismo exacerbado de A Biblical History of Israel...

Seria interessante se Chris trabalhasse em seu curso também com o livro de LIVERANI, M. Oltre la Bibbia: Storia Antica di Israele. Roma-Bari: Laterza, 2003 [4. ed.: 2005], 526 p. (veja mais informações sobre este livro aqui).

Creio que Liverani e Finkelstein/Silberman se complementam muito bem.

Por outro lado, não li o livro de Provan e companheiros, mas pelo que vi dele nos livros de Philip Davies e Niels Peter Lemche acho perda de tempo ler este tipo de coisa!

Marcadores:

Bookmark and Share

Faith Based Scholarship

Clique aqui primeiro e depois visite o blog Café Apocalypsis para ler as várias entrevistas feitas por Alan S. Bandy com seus convidados sobre o tema.

Marcadores:

Bookmark and Share

Uma cifra apocalíptica assombra a Amazônia

Folha Online: 23/03/2006 - 10h03

Floresta deve encolher 40% até 2050, diz estudo

Claudio Angelo, da Folha de S. Paulo

Uma cifra assombra a Amazônia. Um estudo publicado hoje prevê que 40% da floresta pode desaparecer em 2050 se nada for feito para conter o ciclo de destruição imposto pelo avanço da fronteira agrícola. Pior, a política de criação de áreas protegidas adotada hoje pelo governo não basta para conter a tendência. É preciso fazer algo muito mais complicado: cumprir a lei. O número apocalíptico vem de uma simulação de computador. É a mais detalhada já feita do futuro da Amazônia, construída ao longo dos últimos anos por uma equipe do Brasil e dos EUA (cont.)

Leia Mais:
Spatially Explicit Simulation Model of Deforestation for the Amazon Basin

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Março 22, 2006

Roadmap to Recovery

Folha Online: 22/03/2006 - 09h59

ONG faz mapeamento de florestas intactas da Terra
... O mapeamento, usando imagens de satélite obtidas em 2001 e 2002, sugere que, entre 142 países que possuem florestas, 82 já acabaram com todas as áreas intactas. "As florestas que eles ainda têm são secundárias [ou seja, formadas após uma derrubada] ou fragmentadas", diz Uaroshenkov. Segundo o estudo, menos de 10% da superfície terrestre hoje é coberta por florestas intactas (...) A situação na terra pode ser periclitante, mas não se compara ao saque generalizado que tem assolado a biodiversidade no mar (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Dia Mundial da Água

Folha Online: 22/03/2006 - 11h59

Problemas hídricos devem se agravar, segundo relatório da ONU

Os problemas relacionados à água enfrentados pelo planeta são graves, mas tendem a piorar. Os dados fazem parte do relatório do Pnuma (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), da ONU, divulgado nesta quarta-feira, Dia Mundial da Água. De acordo com o documento, a diminuição da vazão de rios, o crescimento da salinidade em estuários, a perda de espécies de peixes e plantas aquáticas e a redução de sedimentos em costas devem aumentar em várias áreas da Terra até 2020. O estudo mostra também que a poluição tende a aumentar e o acesso à água potável deve ficar mais restrito nas próximas décadas (cont.)

Leia Mais:

4th World Water Forum - Mexico City - March 16-22, 2006
ONU adverte que 1,1 bilhão de pessoas não têm acesso à água
ONU reivindica atenção de latino-americanos a desastres meteorológicos

Marcadores:

Bookmark and Share

Alerta total: mortandade sem precedentes no planeta Terra

Folha Online: 21/03/2006 - 09h29

Humanidade causa nova onda de extinção


Reinaldo José Lopes da Folha de S. Paulo, em Curitiba

Para as espécies animais e vegetais da Terra, os últimos 25 anos viram uma mortandade sem precedentes nos últimos milênios: nada menos que 40% da população de 3.000 espécies desses seres vivos sumiu, principalmente graças à ação humana. O dado, que está num relatório das Nações Unidas apresentado ontem, deixa poucas dúvidas de que o planeta está à beira de uma grande onda de extinções, tão grave quanto a que acabou com os dinossauros. Tal taxa de declínio é só um dos indicadores preocupantes presentes no GBO 2 (sigla inglesa para Panorama Global da Biodiversidade). O relatório foi lançado durante a abertura da COP-8, a 8ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica da ONU, a qual vai até o dia 31 em Curitiba. O estudo foi apresentado pelo argelino Ahmed Djoghlaf, secretário-geral da convenção, e pela ministra brasileira do Meio Ambiente, Marina Silva, logo após a cerimônia de abertura da COP-8. Djoghlaf preferiu dar um tom esperançoso ao evento, afirmando que a convenção nunca esteve tão próxima de ter seus objetivos práticos implantados, mas os dados do GBO 2 sugerem que quase tudo ainda está por ser feito. Dos 15 indicadores usados pela CBD (como é conhecida a convenção), para avaliar o estado da biodiversidade no planeta, nada menos que 13 se encontram em tendências negativas (cont.)

Leia Mais:
Eighth Conference of the Parties to the Convention on Biological Diversity (COP-8) - 20-31 March 2006, Curitiba, Brazil
Gripe aviária põe biodiversidade em risco, dizem cientistas
Indefinição marca reunião da ONU sobre ambiente no PR
International Institute for Sustainable Development
ONG faz mapeamento de florestas intactas da Terra

Marcadores:

Bookmark and Share

Center for the Study of New Testament Manuscripts

O Center for the Study of New Testament Manuscripts (Centro para o Estudo dos Manuscritos do Novo Testamento) traz reproduções digitalizadas dos manuscritos do Novo Testamento que foram preservados, além de oferecer uma série de recursos para a crítica textual do Novo Testamento.

Nestes dias o site colocou online um facsimile do Codex Alexandrino, como explica Chris Weimer, no seu blog Thoughts on Antiquity (um codex, ou códice, é um manuscrito em pergaminho cujas folhas são enfeixadas em forma de livro).

Não existe mais nenhum texto original dos livros do Novo Testamento (e nem do AT). Possuímos, na verdade, milhares de manuscritos gregos, versões antigas em outras línguas e citações feitas pelos Padres da Igreja.

Os manuscritos gregos eram escritos em papiro (predominaram até o início do século IV) ou pergaminho (o mais usado, do século IV ao século XIII). O pergaminho já escrito podia, e era, muitas vezes, raspado e reescrito. Hoje, com modernas técnicas, mesmo a escrita raspada pode ser lida. Tal tipo de pergaminho chama-se palimpsesto.

Os manuscritos gregos eram escritos com letras maiúsculas ou unciais (1 uncia = 1 polegada, indicação da medida da letra) ou letras minúsculas (estes, mais recentes, começaram a aparecer no século IX).

Os lecionários eram compilações dos textos gregos feitas para uso das comunidades. Mesmo retalhados em pequenos textos, contêm eles a maior parte do NT.


São atualmente conhecidos mais de cinco mil manuscritos gregos do NT, assim divididos:
85 papiros - designados por um P e um número: P1, P2, P45 etc
268 pergaminhos maiúsculos - representados por letras maiúsculas latinas, gregas e hebraicas
2.792 pergaminhos minúsculos - indicados por algarismos: 1, 2, 25 etc
2.193 lecionários - designados por um l minúsculo e um número: l1, l2 etc

Naturalmente estes manuscritos quase nunca contêm todo o NT. Em número maior aparecem cópias dos evangelhos, seguidos pelas cartas de Paulo. E o Apocalipse é o mais desconsiderado, estando presente em apenas 5 papiros, 10 pergaminhos maiúsculos e 235 minúsculos.

O mais antigo fragmento do NT é o P52, conhecido como Papiro Ryland, que se encontra em Manchester, Inglaterra. Contém Jo 18,31-34.37-38. Uns poucos versículos, como se vê. Sua data: início do século II.


Entre os mais importantes pergaminhos maiúsculos, temos:
O Vaticano porque desde o século XV está na Biblioteca Vaticana. Contém, além do AT quase todo, a maior parte do NT. É do princípio do séc. IV, vem provavelmente do Egito, é um dos melhores textos do NT e o mais antigo dos grandes manuscritos bíblicos.

O Sinaítico, encontrado no Mosteiro de Santa Catarina, no Sinai, está hoje, na sua maior parte, na British Library de Londres, enquanto partes menores estão em outros três lugares. Data da metade do século IV, é originário do Egito ou da Palestina. Contém todo o NT.

O Alexandrino, do século V, Egito, ficou do século XIV até 1627 na biblioteca do Patriarca de Alexandria e agora está no British Museum. Contém o NT todo, com lacunas.

O Ephraemi Rescriptus, do século V, é um palimpsesto apagado no século XII. Contém 5/8 do NT e está hoje na Biblioteca Nacional de Paris.

Onde Encontrar: Ayrton's Biblical Page > Links

Marcadores:

Bookmark and Share

Terça-feira, Março 21, 2006

American Theocracy: a harsh criticism of the current Bush administration

'American Theocracy' [Obs.: blog falecido, link defunto: 22.03.2008]

Confira esta indicação de Jim West, que vale a pena!

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Março 20, 2006

Termina a Bienal do Livro de São Paulo 2006

Bienal do Livro fica lotada no último dia

O Estado de São Paulo - 20/03/2006

Obs.: o link para a notícia está quebrado.

Marcadores:

Bookmark and Share

A natureza da ocupação é a humilhação da população

Iraquianos são "quase reféns da ocupação", diz escritora

Medo de guerra civil marca 3º ano da invasão no Iraque

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Março 18, 2006

The 3rd anniversary of the war in Iraq

Bush diz que violência no Iraque não acabará tão cedo

Europa e Ásia protestam contra invasão no Iraque

Iraquianos vivem com medo e insatisfeitos

Milhares vão às ruas para exigir retirada de americanos do Iraque

Three Years Too Many

Três anos após invasão, iraquianos temem guerra civil

Leia Mais:
Oriente Médio

Marcadores:

Bookmark and Share

Google will not have to hand over any user's search queries to the government

Official Google Blog: 3/17/2006 06:00:00 PM

Posted by Nicole Wong, Associate General Counsel

Judge tells DoJ "No" on search queries

Marcadores:

Bookmark and Share

A Loeb Classical Library comemora o lançamento de seu volume n. 500

Veja no blog PaleoJudaica.com de Jim Davila o seguinte post:

The Loeb Classical Library is Celebrating its 500th Volume with a Loeb Classical Library Reader.

Marcadores:

Bookmark and Share

Pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas - V

BOLLE, W. Grandesertão.br. São Paulo: Editora 34, 2004, 478 p.


E o "Urutú Branco"? Ah, não me fale. Ah, esse... tristonho levado, que foi - que era um pobre menino do destino...


Publicado em 1956, Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, tem suscitado desde então um grande número de estudos e interpretações. O mais recente lançamento da Coleção Espírito Crítico - Grandesertão.br, de Willi Bolle - vem abrir uma perspectiva inteiramente nova nesse panorama. Partindo da idéia de que a obra-prima de Rosa ganha em complexidade quando lida como uma reescrita crítica de Os Sertões (1902), de Euclides da Cunha, o professor de literatura alemã da Universidade de São Paulo mapeia toda a rede de relações existentes entre o Grande Sertão e os principais ensaios de interpretação de nosso país; desde a obra matricial de Euclides até os estudos fundamentais de Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Caio Prado Jr., Raymundo Faoro, Antonio Candido e Celso Furtado, entre outros. Em sua abordagem, aspectos centrais do romance - tais como a narração labiríntica e em forma de rede, o sistema da jagunçagem e, sobretudo, o pacto de Riobaldo com o Diabo (lido em chave materialista, que dispensa a interpretação metafísico-existencial) emergem sob luz nova. Para tanto, Bolle lança mão de diversas ferramentas que, além da ampla erudição, vêm se somar à crítica literária; entre elas, a filosofia política, as ciências sociais, a estética, a lingüística e até mesmo a geografia, já que o livro se faz acompanhar de vários mapas que situam para o leitor as andanças da personagem Riobaldo e o cenário da ação de Grande Sertão: Veredas (sinopse da editora).

Marcadores:

Bookmark and Share

Pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas - IV

BARBOSA, A. A epopéia brasileira ou: para ler Guimarães Rosa. Goiânia: Imery Publicações, 1981, 143 p.


Pobre tem de ter um triste amor à honestidade. São árvores que pegam poeira.


Esta anotação foi feita quando li o livro na década de 80: o livro de Alaor Barbosa é um guia mais ou menos didático para a leitura de Grande Sertão: Veredas. Obra de um apaixonado pela criação literária de Guimarães Rosa. Mas não é de grande fôlego... perde-se em ingênua louvação e, às vezes, despudorado deslumbramento!

Leia Mais:
Altiplano - Revista do Cerrado
O Cerrado - fotos de Carlos Terrana (fotos incríveis, valiosas para o conhecimento do ambiente da obra de G. Rosa)
Riobaldo & Diadorim (Grande Sertão: Veredas, seus analistas e seus intérpretes. Blog de João Rosa Neto, BH, MG)

Marcadores:

Bookmark and Share

Pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas - III

ARROYO, L. A cultura popular em Grande Sertão: Veredas. Rio de Janeiro: José Olympio, 1984, 315 p.


Vivendo, se aprende; mas o que se aprende, mais, é só a fazer outras maiores perguntas.


Primeiro clique aqui e aqui. Depois volte a este texto.

Li, na década de 80, pela primeira vez, o estudo de Leonardo Arroyo (1918-1986). Desde então, tenho consultado, com freqüência, esta obra, onde anotei, ao final da primeira leitura: Excelente! Verdadeira enciclopédia da cultura popular mineira do sertão. Se não fosse por mais razões, só o inventário dos provérbios riobaldianos nas p. 252-282 já valeria a leitura. Mas é o autor quem nos diz no primeiro parágrafo da Introdução, p. 4, o que pretende:
A intenção deste ensaio é colocar teses sobre o conteúdo e a origem de Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, de filiação e raízes na cultura popular.

Arroyo é grande admirador das idéias de Giovanni Battista Vico (1668-1744) e Johann Gottfried Herder (1744-1803) sobre cultura e história. Por isso, vai nos dizer por exemplo, na p. 16, que
não se cometeria nenhuma heresia, possivelmente, ao se afirmar, como se faz aqui, que a cultura popular, na sua experiência milenar, representaria muito mais para o gênero humano do que a criação erudita, pelo menos na área vivencial e lúdica. Procuramos destacar essa importância, as mais das vezes não reconhecida em virtude de preconceitos, interesses, vaidades e até mesmo de ignorância, através desta tentativa de inventário do tema e das formas da cultura popular em Grande Sertão: Veredas. A fonte de toda a sabedoria é o próprio homem do povo. Vico já reconhecia que a História se faz pela sabedoria vulgar do gênero humano ‘força coletiva, da qual as grandes figuras são símbolos apenas’.

E na p. 18 emenda:
Herder afirmava que ‘a arte de cada país só seria verdadeira quando refletisse a psique do seu povo, ou melhor, suas essências folclóricas’, conceito que poderia, com toda validade, extrapolar para categorias menos lúdicas, tais como a política e a economia de cada país. Com efeito, uma nação não é apenas a sua elite, mas é principalmente o seu povo, em torno do qual devem girar os interesses maiores da nacionalidade.

Assim é que entendemos porque a Introdução da obra tem por título A Megera Cartesiana... na qual, no segundo parágrafo, Arroyo nos diz que
seria longo enumerar a série de estudos inspirados na saga riobaldiana. Parece difícil a abordagem de Grande Sertão: Veredas em termos de objetividade crítica. Esta dificuldade seria decorrente das próprias formas da obra, dos valores múltiplos que a integram e definem como síntese de uma herança cultural de profundas ressonâncias. O romance é uma acumulação cultural, por isso se entendendo o resumo da experiência humana na sua freqüência cósmica e na sua formação de camadas de mistérios e espantos do homem. Por isso, por exemplo, o cartesianismo peca por si mesmo e por sua própria natureza de racionalismo feroz no exame do livro, tais os elementos subjetivos, tradicionais, de folk, que dominam e enformam o texto.

Enfim, se no lema cartesiano podemos escrever ordem, clareza e forma, na criação literária de Guimarães Rosa podemos enxergar intuição, revelação e inspiração.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Março 17, 2006

GreekTranscoder: Conversion Program for Polytonic Greek Encodings

Por enquanto, dê uma olhada aqui. Amanhã explico melhor o programa gratuito que, trabalhando com o Word 2000 ou superior, converte várias fontes gregas em caracteres Unicode. Parece ser muito útil.

Marcadores:

Bookmark and Share

Bienal do Livro 2006: despertando o hábito da leitura

A importância de despertar o hábito de ler

Obs.: link quebrado... aqui conduz à CBL somente! (observação feita em 22.02.2009)

Marcadores:

Bookmark and Share

Encontrados em Caná da Galiléia túneis usados pelos judeus na guerra contra Roma em 66 d.C.

Underground Tunnels Found in Israel Used In Ancient Jewish Revolt

Brian Handwerk for National Geographic News - March 15, 2006


A series of underground chambers and tunnels recently found in Israel were likely used as refuges during the First Jewish Revolt, archaeologists with the Israel Antiquities Authority announced. Storage jars found in one pit were an apparent stockpile of foodstuffs for the uprising against Roman rule that began in A.D. 66. Archaeologist Yardenna Alexandre directed excavations at the Israeli Arab village of Kfar Kana - a Galilee-region site near the city of Nazareth in Israel (cont.)

Leia Mais:
De Agripa II ao Fim da Judéia
Flávio Josefo: o comando da Galiléia
The Jewish Revolt: An Important Archaeological Discovery

Marcadores:

Bookmark and Share

The Technorati Weblog: State of the Blogosphere Report

State of the Blogosphere, February 2006 Part 2: Beyond Search

In Part 1 of the State of the Blogosphere report, I covered the overall growth of the blogosphere. Today I'm going to cover the growth of the blogosphere as media, and discuss some of the emerging trends that deal with handling information overload. In a world of over 50,000 postings per hour, and over 70,000 new weblogs created each day, keeping on top of and in tune with the most interesting and influential people and topics is the new frontier beyond search. I've also got some surprises for you at the end of this post, two new features that I hope you'll find useful. But first, let's get our hands dirty in the data (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Março 16, 2006

The Economist: o Brasil é um país de não-leitores

Folha Online: 16/03/2006 - 18h47

Leitura no Brasil é uma "vergonha", diz The Economist

A aversão dos brasileiros aos livros virou assunto da última edição da influente revista britânica The Economist. Para a publicação, a situação precária das bibliotecas públicas e o baixo índice de leitura dos brasileiros constituem 'motivo para vergonha nacional' (...) Leia abaixo uma tradução do texto Um país de não-leitores publicado pela The Economist.


Muitos brasileiros não sabem ler. Em 2000, um quarto da população com 15 anos ou mais eram analfabetos funcionais. Muitos simplesmente não querem. Apenas um adulto alfabetizado em cada três lê livros. O brasileiro médio lê 1,8 livros não-acadêmicos por ano - menos da metade do que se lê nos EUA ou na Europa. Em uma pesquisa recente sobre hábitos de leitura, os brasileiros ficaram em 27º em um ranking de 30 países, gastando 5,2 horas por semana com um livro. Os argentinos, vizinhos, ficaram em 18º. Em um raro acordo, governo, empresas e ONGs estão todos se esforçando para mudar isso. No dia 13 de março, o governo lançou o Plano Nacional de Livros e Leitura. A medida busca impulsionar a leitura, por meio da abertura de bibliotecas e do financiamento de editoras, entre outras coisas. A ONG Instituto Brasileiro de Leitura traz livros para as pessoas (cont.)

Brazil: A nation of non-readers

Mar 16th 2006 - São Paulo - From The Economist print edition


A strange and costly disregard for books

Many Brazilians cannot read. In 2000, a quarter of those aged 15 and older were functionally illiterate. Many simply do not want to. Only one literate adult in three reads books. The average Brazilian reads 1.8 non-academic books a year - less than half the figure in Europe and the United States. In a recent survey of reading habits, Brazilians came 27th out of 30 countries, spending 5.2 hours a week with a book. Argentines, their neighbours, ranked 18th (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Versão html do documento "Estratégia de Segurança Nacional dos EUA"

The National Security Strategy
March 2006

My Fellow Americans,
America is at war. This is a wartime national security strategy required by the grave challenge we face – the rise of terrorism fueled by an aggressive ideology of hatred and murder, fully revealed to the American people on September 11, 2001. This strategy reflects our most solemn obligation: to protect the security of the American people (cont.)


Acredito que a 'guerra preventiva' é uma forma de crime contra a humanidade. Ela não será a primeira batalha de uma 3ª Guerra Mundial, mas o primeiro passo para uma espécie de guerra civil globalizada (...) É uma ameaça verdadeira contra a humanidade,
diz Paul Virilio, 70, urbanista e filósofo francês, em entrevista à Folha Online de 06.04.2003.

Marcadores:

Bookmark and Share

Apocalypse Now?

O planeta está no limite? É possível criar um futuro sustentável além de 2050? A raça humana chegou a uma encruzilhada?

Ah, mas isso não é Bíblia! Não, não é. E é. Pois ando desconfiado de que sem planeta habitável e raça humana saudável, os estudos bíblicos sofrerão algum tipo de "transtorno", não concorda?

Antártida perde camada de gelo e desertos africanos crescem

Aquecimento Global

Aquecimento global pode dividir a Amazônia

Aquecimento já extingue espécies de anfíbio

Clima pode levar a guerras por acesso a água, diz 'Independent'

Derretimento de gelo na Antártida preocupa cientistas

Efeito estufa ameaça Everest e outras maravilhas

Guia Interativo das Mudanças Climáticas

Impacto do efeito estufa pode ser maior que previsto, diz estudo

Mundo vive maior fase de calor dos últimos 1.200 anos

Nível do mar 'pode subir até 34 cm neste século'

Sites relacionados ao ambiente

Marcadores:

Bookmark and Share

Explicando ao Ocidente, em três idiomas, o que é o islã

Clérigos criam sites para defender Maomé e doutrinas do islã

Marcadores:

Bookmark and Share

A Doutrina Bush: guerra preventiva com a justificativa de proteção

Bush reafirma doutrina de ataque a outros países nesta quinta

The National Security Strategy of the United States of America (o documento)

US backs first-strike attack plan

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Março 15, 2006

Bibliotheca Alexandrina: antiga e moderna

Em SansBlogue, de Tim Bulkeley, você pode ler sobre a antiga e famosa Biblioteca de Alexandria, Egito, que está "renascendo", toda recheada de tecnologia...

Leia Mais:
Bibliotheca Alexandrina
The Three Libraries of Alexandria

Marcadores:

Bookmark and Share

Por falar em conflito...

Após invadir prisão, Israel teme ações terroristas

Marcadores:

Bookmark and Share

De olho no senhor...

Google recusa informações ao governo americano

Juiz manda Google repassar dados de internautas ao governo

Judge: Google Must Give Up Some Data To Department Of Justice

Marcadores:

Bookmark and Share

Google quer comercializar acesso online a publicações

Folha Online: 15/03/2006 - 13h11

da Efe, em São Francisco
O Google planeja lançar um serviço que proporcionaria acesso a publicações sujeitas a direitos de propriedade intelectual mediante sua ferramenta de "busca dentro dos livros", anunciou nesta semana a empresa em seu site. Por enquanto, os usuários do "Google Book Search" podem consultar fragmentos de livros sujeitos a direitos de propriedade intelectual catalogados em seu serviço, mas não podem ter acesso a textos completos. O novo serviço permitiria aos usuários registrados pagar pelo acesso imediato às publicações (cont.)



The Google Books Partner Program is developing tools for publishers to experiment with new and innovative ways to increase book revenue. The first of these tools allows you to sell online access to your book. Once you set a price for your book, users who discover it through Google Book Search will be able to pay for access to its full contents. The book will only be available to the user once they’ve signed in with their personal account, and will only be available through their browser. Users will not be able to save a copy on their computer nor copy pages from the book (cont.)


Leia Mais:
Google Partnering With Publishers To Sell Online Books

Marcadores:

Bookmark and Share

Bibliografia sobre as origens de Israel

O problema das origens de Israel é o segundo e um dos mais importantes itens de minha disciplina História de Israel (no CEARP - Ribeirão Preto) ou História da Época do Antigo Testamento (FTCR da PUC-Campinas).

Esta é uma questão tão debatida hoje que já se tornou lugar comum em congressos ou salas de aula a seguinte constatação, feita por George Mendenhall em um artigo publicado em 1962:
Não existe problema da história bíblica que seja mais difícil do que a reconstrução do processo histórico pelo qual as Doze Tribos do antigo Israel se estabeleceram na Palestina e norte da Transjordânia.

O artigo é The Hebrew Conquest of Palestine e pode ser lido em CARTER, C. E. & MEYERS, C. L. (eds.) Community, Identity and Ideology: Social Sciences Approaches to the Hebrew Bible. Winona Lake, Indiana: Eisenbrauns, 1996, p. 152-169.

No biblioblog de Joseph Ray Cathey, Dr Cathey's Blog, pode ser encontrada uma bibliografia sobre o assunto, que, neste post, vai até a letra D - dos sobrenomes dos autores - e que, espero, tenha continuação. Veja: Research Bibliography - Conquest and Settlement A-D

Leia Mais:
A História de Israel no debate atual
As Origens de Israel

Marcadores:

Bookmark and Share

Blog do mês de março 2006: Higgaion, de Chris Heard

Blog of the Month: March 2006

O blog do mês de março 2006, escolhido por Biblioblogs.com, é Higgaion, de Christopher Heard, de Oak Park, Califórnia, USA. Chris Heard é professor de Antigo Testamento na Pepperdine University, Malibu, Califórnia. Higgaion tem como proposta tratar de "meditations on biblical studies, church life, and any other topics I find to be of spiritual interest".

Na entrevista, quero destacar uma das respostas de Chris Heard, e é justamente sobre as vantagens e desvantagens do ato de blogar:

BB: What have you found to be the advantages and disadvantages of blogging?
CH: The advantage to me is that when I have something to say, I can say it, and those who care can listen and respond. As I mentioned before, the main value to me is in communicating with friends new and old about topics of mutual interest. At times blogs can seem sort of like parallel monologues, so it's an interesting kind of communication medium. One of the things I really like about blogs is that scholars, graduate students, and interested non-specialists interact in the blogosphere with a free and nonhierarchical exchange of ideas; there is no "pulling rank" or, usually, flouting of credentials. If nothing else, it's a way for me to think out loud, but the "democratization" of academic discourse in the blogosphere also creates a sense of responsibility and accountability that I don't always feel when dealing with my own students, who are far more likely to "take my word for it" even if I encourage them not to do that. The primary disadvantage to blogging is that it's one more thing on my "to do" list.

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Março 13, 2006

Livrarias cobram por exposição de títulos em sites

Folha Online: 13/03/2006 - 09h50

Leia a notícia e avalie...

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Março 12, 2006

O Código de Hammurabi

No blog Awilum.com, me deparo, de repente, ao abrir o leitor de feeds, com uma boa foto do Código de Hammurabi. Nesta semana, este foi um dos assuntos de minha aula de História de Israel, no item Noções de Geografia do Antigo Oriente Médio. É por isso que a melhor tradução deste código feita no Brasil, está aqui, diante de mim, em minha mesa.

Em 1792 Hammurabi (1792-1750 a.C.) subiu ao trono de Babilônia. Consolidou sua posição frente aos vizinhos da Baixa Mesopotâmia e em seguida estendeu seu domínio a Mari, aos elamitas, assírios e gútios. No 31º ano de seu reinado Hammurabi já era senhor da Suméria e de Akkad. Entre outras realizações, Hammurabi desenvolveu uma legislação que ficou famosa através de seu conhecido código, que hoje está no Louvre, em Paris. Eis um trecho do Epílogo do Código de Hammurabi na tradução de BOUZON, E. O Código de Hammurabi. Introdução, tradução do texto cuneiforme e comentários. 4a edição totalmente revista e melhorada. Petrópolis: Vozes, 1987, p. 222-223:
(Estas são) as sentenças de justiça, que Hammurabi, o rei forte, estabeleceu e que fez o país tomar um caminho seguro e uma direção boa. Eu (sou) Hammurabi, o rei perfeito. Para com os cabeças-pretas, que Enlil me deu de presente e dos quais Marduk me deu o pastoreio, não fui negligente, nem deixei cair os braços; eu lhes procurei sempre lugares de paz, resolvi dificuldades graves, fiz-lhes aparecer a luz. Com a arma poderosa que Zababa e Ishtar me outorgaram, com a sabedoria que Ea me destinou, com a habilidade que Marduk me deu, aniquilei os inimigos em cima e embaixo, acabei com as lutas, promovi o bem-estar do país (...). Para que o forte não oprima o fraco, para fazer justiça ao órfão e à viúva, para proclamar o direito do país em Babel, a cidade cuja cabeça An e Enlil levantaram, na Esagila, o templo cujos fundamentos são tão firmes como o céu e a terra, para proclamar as leis do país, para fazer direito aos oprimidos, escrevi minhas preciosas palavras em minha estela e coloquei-a diante de minha estátua de rei da justiça (...). Que o homem oprimido, que está implicado em um processo, venha diante da minha estátua de rei da justiça, leia, atentamente, minha estela escrita e ouça minhas palavras preciosas. Que minha estela resolva sua questão, ele veja o seu direito, o seu coração se dilate! (...) Que nos dias futuros, para sempre, um rei que surgir no país observe as palavras de justiça que escrevi em minha estela, que ele não mude a lei do país que eu promulguei, as sentenças do país que eu decidi, que ele não altere os meus estatutos!

Uma indicação: quem quiser começar a entender a estrutura da sociedade babilônica da época de Hammurabi e conhecer melhor o que poderá ter significado este Código, leia a Introdução da obra de Emanuel Bouzon, nas p. 15-38. Traz como título Hammurabi, seu tempo e sua obra.

Marcadores:

Bookmark and Share

Pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas - II

ANDRADE, S. M. V. A vereda trágica do "Grande Sertão: Veredas". São Paulo: Loyola, 1985, 104 p.


Um está sempre no escuro, só no último derradeiro é que clareiam a sala. Digo: o real não está na saída nem na chegada: ele se dispõe para a gente é no meio da travessia.


No primeiro capítulo de seu texto, na p. 19, Sônia Maria Viegas Andrade diz:
O poeta é Guimarães Rosa. Motivados pelo desafio de pensar a poesia na sua função mediadora entre a existência e o pensamento, a realidade e o conceito, escolhemos Grande Sertão: Veredas como matéria de reflexão. Guimarães Rosa faz com a palavra um trabalho que lhe permite atingir o que ele próprio chama o ‘aspecto metafísico da língua’. No interior de sua criação poética, as significações se desdobram, tornam-se interrogativas e expõem suas contradições. Ele recupera as palavras em seu poder de expressão do real e também em seu poder de negação e de instauração de outras dimensões de realidade. Sua narrativa está sempre a esbarrar no limite, e é desse limite que o sentido poético se abisma no indizível, como se toda a narração tivesse por finalidade principal apontar para algo que a ultrapassa. A poesia recupera, assim, a realidade na indizível evidência com que ela resplandece através do sentido poético. Guimarães Rosa atinge um nível de reflexividade da linguagem que se encontra latente na expressão poética e é dela indissociado.

E na p. 22, ainda no mesmo capítulo, diz a autora:
Nossa abordagem se pretende filosófica, buscando uma filosofia poética nos vazios conceituais do romance de Guimarães Rosa. Uma filosofia que não se explicita, mas que se pode apontar, e sua descoberta permite uma fruição mais intensa da poesia, encaminhando a sensibilidade para significações inauditas, proporcionando um número incontável de leituras do texto poético.

Mas a que se refere a ‘vereda trágica’ do título? Explica a autora no capítulo terceiro, p. 48, que é sua intenção
mostrar como a instauração da dúvida, no relato de Riobaldo, transforma a aventura épica em aventura trágica. A dúvida intercepta a transfiguração do herói e se utiliza do narrador para introduzir, na aventura épica, uma ruptura que devolve a subjetividade a seu conflito.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sábado, Março 11, 2006

Pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas - I

Mas, para mim, o que vale é o que está por baixo ou por cima - o que parece longe e está perto, ou o que está perto e parece longe. Conto ao senhor é o que eu sei e o senhor não sabe; mas principal quero contar é o que eu não sei se sei, e que pode ser que o senhor saiba.

Se você não participou desta conversa sobre Guimarães Rosa e Grande Sertão: Veredas deste o começo, peço que primeiro clique aqui, depois volte a este texto.

Pretendo anotar, no correr dos próximos dias, algumas pistas para a leitura de Grande Sertão: Veredas. É um pequena bibliografia comentada, duas dúzias de livros, parte da qual já li, parte que pretendo ler. Na parte lida, estão anotações minhas entremeadas com a perspectiva dos autores das obras; na parte ainda não lida, me vali de sinopses dos editores e/ou trechos dos autores.

Não sou especialista no assunto, sou apenas um leitor permanente de Grande Sertão: Veredas e de outras obras de Guimarães Rosa. Por isso, leia os textos que aqui ofereço com esse cuidado em mente. Apenas lembrando: hoje, às 19 horas, na Bienal do Livro de São Paulo, Willi Bolle, autor de Grandesertão.br, iniciou a discussão sobre esta obra-prima de Guimarães Rosa.

Boa parte destes textos podem ser encontrados, quando não esgotados, na seção de livros da loja virtual Submarino.

ALBERGARIA, C. Bruxo da Linguagem no Grande Sertão: leitura dos elementos esotéricos na obra de Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1977, 154 p.

O livro de Consuelo Albergaria é resultado de uma Dissertação de Mestrado, orientada por Silviano Santiago, apresentada ao Departamento de Letras da PUC-Rio em dezembro de 1976. Transcrevo algumas anotações feitas durante a leitura, que ocorreu no final da década de 80.

O esquema mistérico parece funcionar, pois vai explicando os fatos e as atitudes de modo bastante significativo. A autora confronta a obra com as opiniões de G. Rosa sobre a mesma: dá a estas opiniões grande peso, tentando conciliar as duas posições. Anotei coisas interessantes, como: o mal não é um ente metafísico, é apenas a privação do Bem, que é o único absoluto, é Deus... e: a autora nega a leitura fáustica de Grande Sertão: Veredas, feita por muitos, e parece ter razão, quando diz, na p. 37:
Na tragédia de Goethe, o demônio, Mefistófeles, aparece visível e comprovadamente, dialogando e fechando o pacto com o protagonista, o que absolutamente não acontece em Grande Sertão: Veredas, onde o máximo que se poderia aceitar seria a permanência da dúvida. Por isso, ao falar do pacto salienta: Dizemos um pacto que Riobaldo pretende fazer, e não que faz com o demo, pois é evidente que se o seu desejo é acabar com o medo não seria possível conferir existência ao demo, posição, aliás, que mantém durante toda a sua narrativa.

Mas faço ressalvas: a inquietação que tal tipo de leitura me transmite é a percepção de que ela é profundamente idealista, pois a verdade precede o acontecimento, e dualista, na sua oposição corpo/alma, físico/metafísico e assim por diante. As condições reais do sertão – que, afinal, geram o símbolo – jamais são mencionadas. Alguns costumes sertanejos como o espelhinho de bolso e o embornal, por exemplo, tão triviais para quem nasceu e viveu no sertão em Minas, como eu nasci e vivi, acabam se tornando misteriosos rituais iniciáticos na leitura da autora. Por outro lado, há que se admitir que o próprio Guimarães Rosa confessa ser mesmo ligado aos mistérios e que sua obra deve refletir isto! No Prefácio, à p. 13, Benedito Nunes diz:
Da vastíssima bibliografia roseana já constam estudos que abordam a simbologia mística de Grande Sertão: Veredas. Mas ainda não se havia tentado, como faz a autora deste livro, usar o complexo de tradições emaranhadas, globalmente qualificadas de ocultistas, como chave hermenêutica desse romance e da obra de Guimarães Rosa. Recorrendo às doutrinas do Corpus Hermeticum e dos Mistérios da Antiguidade, às concepções gnóstico-cabalísticas, à Astrologia, à Alquimia, ao Taoísmo e ao repertório do Bramanismo, do Budismo e do Hinduísmo, Consuelo nos mostra que essas fontes abasteceram a metafísica da linguagem de Guimarães Rosa – a que ele enfaticamente se referiu – e respondem pela cifragem esotérica dos personagens, das situações e das linhas principais da própria ação romanesca de Grande Sertão: Veredas. E acrescenta: Nada tem de gratuita a decifração aqui intentada.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Março 10, 2006

Em maio de 1956 Grande Sertão: Veredas chegava às livrarias

Bravo! Online
Quando Grande Sertão: Veredas chegou às livrarias, em maio de 1956, a reação foi de espanto. Da pena do escritor mineiro João Guimarães Rosa saía quase que um novo idioma, fruto da combinação entre o rigor etimológico e a tradição oral. Seria o romance uma mera “história de jagunços contada para lingüistas”, como se criticou na época? Ou, ao contrário, a mais importante experiência de aproximação entre a cultura erudita e a popular na língua portuguesa? Hoje não parece haver muitas dúvidas. Considerado um marco na literatura brasileira, o livro tem seus 50 anos de publicação celebrados com o lançamento de novas edições, debates e uma grande exposição em São Paulo (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Paulinas se prepara para entrar no segmento de e-books

No site oficial da Bienal do Livro de São Paulo, hoje, em Imprensa > Notícias, se lê a matéria Literatura nas lojas virtuais. Ai se noticia que
...a Paulinas (...) se prepara para entrar no segmento de e-books. Segundo a diretora de marketing da editora, Terezinha Dambros, a leitura de livros pela internet já é uma realidade dentro do segmento editorial. “O e-book é um caminho sem volta, é fato que nenhuma editora pode ignorar. Este é um mercado que deve crescer muito no aspecto tecnológico e sabemos de indústrias que pensam em tornar a leitura eletrônica tão prazerosa quanto o ato de folhear um livro”, destaca.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Março 09, 2006

A Bíblia que Vira Bolsa

Folha Online: 09/03/2006 - 06h00

...Uma das preferências nacionais, obras religiosas também ocupam espaço na Bienal. Um lançamento, no mínimo diferente, é a Bíblia que Vira Bolsa, da editora Sociedade Bíblica do Brasil, destinado ao público jovem... (cont.)


Bíblia que Vira Bolsa
Inovador e superatraente, este modelo é voltado principalmente para o público jovem. Tem capa de nylon com zíper e pode ser confortavelmente carregada como uma bolsa, com alças reguláveis. Moderna e prática, é oferecida na estampa camuflada e nas cores bege, lilás e pink. Contém texto bíblico na tradução de Almeida, Revista e Atualizada, mapas e notas de referências. Com formato compacto, apresenta letra maior, que oferece mais conforto na leitura do texto bíblico.

Leia Mais:
As Sagradas Escrituras em destaque na 19ª Bienal do Livro de São Paulo

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Março 08, 2006

Por que o brasileiro lê pouco? Como descobrir o que vai agradar ao leitor?


Folha Online: 07/03/2006 - 17h15

Por que o brasileiro lê pouco?

Vote na enquete e veja resultado de pesquisa.

Só 26 milhões de brasileiros gastam seu tempo com livros. Ou seja, 30% da população alfabetizada acima de 14 anos. O índice de leitura é baixo: menos de dois livros por habitante no período de um ano. Na França, a média é de sete livros. Nos EUA, cinco. Na sua opinião, o que mais prejudica o hábito da leitura no Brasil?

Qual gênero literário mais vende no Brasil? Como descobrir o que vai agradar ao leitor?

Embora a primeira pergunta tenha uma resposta objetiva, a segunda ainda fica envolta em mistério. À parte os livros didáticos, que constituem um segmento próprio no mercado, sem comparação com os demais gêneros, os últimos dados computados pela CBL, em 2003, demonstram que os livros de ficção ainda são os preferidos dos brasileiros, com 12,8 milhões de exemplares oferecidos ao mercado naquele ano. Em segundo lugar vêm 12,175 milhões de exemplares da Bíblia. Caso fossem acrescentados os livros evangélicos (6,9 milhões) e espíritas (5,67 milhões), os volumes de temática religiosa seriam o de maior oferta no mercado brasileiro. Vistas por gênero diferenciado, as obras evangélicas estão em sexto lugar, enquanto as espíritas ficam em oitavo. Obras de referência e consulta ocupam o terceiro lugar na lista, com 8,9 milhões de exemplares, seguidas pelas publicações sobre legislação e direito (8,4 milhões). Livros de auto-ajuda (4,6 milhões) estão na modesta nona posição, enquanto os de administração e gestão empresarial ficam no último lugar, com 2 milhões, aproximadamente (cont.)

Leia Mais:

Bienal do Livro quer bater recordes - veja números
Bienal do Livro SP 2006
O livro sem ritmo de samba

Marcadores:

Bookmark and Share

Descobertas seis estátuas de Sekhmet, deusa faraônica da guerra

Folha Online: 08/03/2006 - 13h50

Descobertas seis estátuas de deusa faraônica em Luxor

da Efe, no Cairo

Uma equipe de arqueólogos egípcios e alemães descobriu seis estátuas de pedra da deusa faraônica da guerra, Sejmet [= Sekhmet], durante trabalhos de restauração no templo de Amenófis III, no oeste da cidade monumental de Luxor. O secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades (CSA), Zahi Hawas, disse hoje que as deusas - encontradas em uma câmara oculta do templo, situado na região de Kom al-Hitan, na margem oeste do Nilo - foram esculpidas em rocha escura e aparecem sentadas sobre um trono, segurando em sua mão esquerda a chave da vida, segundo um comunicado do CSA. Hawas acrescentou que três das seis estátuas estão em ótimo estado de conservação e acrescentou que esta é a sétima câmara oculta encontrada pela equipe arqueológica conjunta desde que começaram os trabalhos de restauração do templo de Amenófis III, construído há mais de 3.400 anos. O diretor da missão, Hourig Surouzian, assegurou que três das estátuas estão completas, enquanto a quarta ainda tem uma parte enterrada. Das outras duas, só foram encontradas algumas partes (cont.)

Leia Mais:

Clip Art: Gods and Goddesses
História de Israel (sobre o Egito, seus deuses e suas teologias)
More statues of Sekhmet found

Marcadores:

Bookmark and Share

Segunda-feira, Março 06, 2006

19ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2006

Folha Online: Especial Bienal do Livro 2006

A 19ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo começa nesta quinta-feira, e vai durar dez dias. O evento acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi (cont.)

Leia Mais:
19ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2006 (site oficial)

Marcadores:

Bookmark and Share

Domingo, Março 05, 2006

"The bloodline idea": a união de Jesus e Madalena estaria sendo usada para veicular uma causa sinistra, o racismo?

Esta é uma denúncia bem razoável, que está no blog de Lesa Bellevie, The Magdalene Review, sob o título Reject the Bloodline.

A afirmação de uma superioridade européia, branca, estaria solidamente embutida no subtexto desta idéia...

Marcadores:

Bookmark and Share

How Many RSS Feeds Should One Person Read?

Confira aqui no Bloggers Blog.

Marcadores:

Bookmark and Share

Sexta-feira, Março 03, 2006

Inusitado acontecimento: três israelenses atacam Basílica da Anunciação em Nazaré

Folha Online: 03/03/2006 - 16h49

Extremistas israelenses atacam Basílica da Anunciação


da Efe, em Jerusalém


Três extremistas israelenses vestidos de peregrinos cristãos atacaram com explosivos nesta sexta-feira a Basílica da Anunciação, na cidade de Nazaré, informou a rádio pública israelense. O ataque, perpetrado por um homem e duas mulheres, aconteceu durante uma reza no templo e gerou pânico entre os fiéis. Alguns deles tiveram que receber atendimento médico porque sofreram ataque de nervos. Os autores do ataque utilizaram explosivos e botijões de gás, os quais foram carregados dentro de um carro de bebê, segundo testemunhas. O inusitado ataque causou grande confusão dentro da basílica e houve reações indignadas entre as pessoas que se encontravam fora do templo. Aparentemente, um dos agressores ficou ferido, informou a rádio israelense. Um grupo de policiais que chegou ao templo para deter os agressores teve que se trancar com eles em um quarto da basílica, já que foram cercados por uma multidão que tentava linchá-los (cont.)


Israeli Couple Attacks Christian Shrine


Melee Erupts After Israeli Couple Sets Off Explosions in Christian Holy Site in Nazareth - A distraught Israeli couple, joined by another woman, entered one of Christianity's holiest sites Friday and set off explosions, police said, sparking a large riot in this biblical town in northern Israel. At least eight people, including five police, were injured in the melee, which appeared to be under control by late Friday. The assailants, who were not believed to be linked to any Jewish nationalist group, were disguised as Christian pilgrims when they entered the Basilica of the Annunciation, police said (cont.)

Leia Mais:
Fogos em Igreja da Anunciação geram confusão
Polícia prende três israelenses que atacaram templo cristão
Unrest after Israel church attack

Marcadores:

Bookmark and Share

Estudos sobre as origens e o desenvolvimento da agricultura no Egito

Prehistoric and Predynastic Egypt: site de Andie Byrnes, Londres, Reino Unido, sobre o Egito pré-histórico e pré-dinástico. Além deste site, Andie, que está escrevendo sua tese na UCL, Londres, tem outros relacionados com o Egito, de modo geral, e/ou sobre o tema das origens e desenvolvimento da agricultura no Egito. Além de um blog, Egyptology News.

This site has been built with the intention of pulling together information about Prehistoric and Predynastic Egypt, presenting it in a way which is easy to absorb and navigate. The subject is the origins and development of agriculture in Egypt. By Andie Byrnes, studying for a PhD at UCL (London, UK). Other sites by Andie: Ancient Egypt Portal, Egyptology News (blog), Predynastic Faiyum, S. Cairo and Western Delta, The Origins & Spread of Agriculture.

Onde Encontrar: Ayrton's Biblical Page > Links

Marcadores:

Bookmark and Share

A Good Summary of the New Temple at Heliopolis

Confira no blog Egyptology News de Andie Byrnes, London, o post Heliopolis Update, sobre a descoberta do Templo em Heliópolis, no Egito, do qual falamos ontem aqui.

Marcadores:

Bookmark and Share

Quinta-feira, Março 02, 2006

UE vai colocar na Internet todo o seu patrimônio científico e cultural

Folha Online: 02/03/2006 - 17h14

Biblioteca Digital Européia terá 6 mi de obras em 2010

da Efe, em Bruxelas
A União Européia (UE) contará em 2010 com uma biblioteca digital de mais de 6 milhões de livros, filmes, fotografias e outros documentos, um projeto que começa a ser executado neste ano com o objetivo de reunir todo o patrimônio cultural e científico do continente. A iniciativa é similar à da empresa Google, que prevê disponibilizar na internet 15 milhões de obras procedentes de bibliotecas americanas e da universidade britânica de Oxford. A Biblioteca Digital Européia permitirá ao usuário, através de um único portal em vários idiomas, ter acesso ao saber cultural e científico de bibliotecas, arquivos e museus de toda a UE (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share

Descoberto Templo em Heliópolis com estátuas de Ramsés II

Leia no blog Egyptology News o post More re new temple at Heliopolis.

Leia Mais:
Der Sonnen-Tempel von Heliopolis im heutigen Kairo. Eine ägyptisch-deutsche Joint-Mission
Descoberto templo com estátuas de Ramsés II
Descoberto templo com estátuas de faraó Ramsés II no Cairo
Egypt uncovers Ramses II statues
Giant Ancient Egyptian Sun Temple Discovered in Cairo

Marcadores:

Bookmark and Share

Quarta-feira, Março 01, 2006

Faith-based study has no place in academic scholarship?

Há uma discussão em andamento sobre pesquisa acadêmica da Bíblia e fé, provocada pelo artigo de Michael Fox no Forum SBL, sob o título Bible Scholarship and Faith-Based Study: My View.

Que de certa maneira se resume na seguinte posição:

In my view, faith-based study has no place in academic scholarship, whether the object of study is the Bible, the Book of Mormon, or Homer. Faith-based study is a different realm of intellectual activity that can dip into Bible scholarship for its own purposes, but cannot contribute to it. I distinguish faith-based Bible study from the scholarship of persons who hold a personal faith. In our field, there are many religious individuals whose scholarship is secular and who introduce their faith only in distinctly religious forums.

Marcadores:

Bookmark and Share

Jim Davila leu e comenta O Código Da Vinci

Não perca a resenha de Jim Davila em seu blog PaleoJudaica.com: DA VINCI CODE REVIEW.

Chamo a atenção para uma frase:
The bad thing about the book is that many people will read it and think the ridiculous claims in it are true -- and Brown himself is partly to blame for this and he could have mitigated the problem instead of making it worse.

Marcadores:

Bookmark and Share

The Nova Sahidica Project

Texto copta do Novo Testamento, em dialeto saídico, em paralelo com o texto grego, além de um léxico saídico-inglês. Realização de The Nova Sahidica Project, idealizado e dirigido por J. Warren Wells.

Integrated Parallel Sahidic Coptic and Koine Greek texts, and Sahidic-English Lexicon (via Evangelical Textual Criticism).

Onde Encontrar: Ayrton's Biblical Page > Links

Marcadores:

Bookmark and Share

Acrescentados ao blogroll do Observatório Bíblico

Dr Cathey's Blog, de Joseph Cathey, USA

Dr. Claude Mariottini, de Claude Mariottini, USA

Toldot (também citado como "Hebrew Bible and ANE History Lists Commentary"), de Yitzhak Sapir, Israel

Marcadores:

Bookmark and Share

Deleted Blogger Photos Can Still Be Found

Um alerta que está no Bloggers Blog e que tem a ver com a privacidade da web: material apagado do Blogger - no caso específico, fotos - permanece acessível na Internet...
Be careful what you upload is a good philosophy when you are using any free homepage maker or blogging tool. The Raw Feed and Search Engine Journal are reporting that photos remain on Google's Blogger service even after they have been deleted (cont.)

Marcadores:

Bookmark and Share